Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn
Print Friendly, PDF & Email

5 palestras do TED sobre educação

Inspire-se nesses vídeos curtos que (re)pensam a educação.

Foto: Marla Aufmuth / TED

ted

A maioria dos jovens brasileiros (61,12%) acredita que, dentre o que há de pior no país, o sistema de educação é um desses fatores – de acordo com a pesquisa feita na PUC do Rio Grande do Sul, chamada “O jovem brasileiro e o futuro do país”. E outra pesquisa, feita pelo Datafolha em 2016 indica que 27% dos brasileiros acredita que a educação deve ser a prioridade número 1 do governo. Essas são pesquisas, como quaisquer outras, que levam em conta uma parcela e amostragem da população. Mas tomemos seus resultados como um pressuposto: temos uma população que acredita na educação como uma ferramenta essencial para o desenvolvimento do país, mas que, na realidade, vê um péssimo sistema educacional.

Como solucionar o vão entre essas duas impressões, aliando a vontade em tornar a educação a prioridade número um do governo, em termos de investimento, gestão e inovação, para melhorar o sistema educacional do nosso país? Ideias podem nos ajudar a esculpir uma melhor educação? O TED, organização sobre a qual você pode ler aqui, acredita que sim. Que tal você assistir às palestras mais vistas sobre educação que passaram pelo palco do TED e pensar: e se a minha educação tivesse sido assim? E se ainda puder ser?  

(Para colocar legendas em português, clique na caixa de diálogo no rodapé do vídeo e escolha a opção: “Português brasileiro”.)

1. Escolas matam a criatividade? | Ken Robinson

Em primeiro lugar, é bom contextualizar quem é esse palestrante: Ken Robinson já fez várias palestras no TED, principalmente sobre educação. Ele é professor e dedica sua vida exatamente ao título desta palestra: como aliar a educação à criatividade. Em 1998, foi consultor do governo britânico sobre educação e criatividade e como unir essas questões no sistema educacional. “Nós estamos educando as pessoas para fora de suas criatividades”, ele argumenta. Em 2003, ele recebeu o título de Cavaleiro do Reino pela Rainha Elizabeth II pelas suas conquistas e pelo resultado de seu trabalho – por receber esse título, ele é chamado de sir (senhor) Ken Robinson.

Essa palestra não é apenas a mais vista sobre educação, mas é a palestra mais vista do TED como um todo – e, curiosamente, no tema educação as outras palestras de Ken Robinson estão como a 6ª e 7ª mais vistas. Com 48 milhões de visualizações, ele fala sobre a nossa incerteza sobre o futuro e como pensar numa educação que leve isso em conta. Como continuar sendo criativos e não ser educados para viver sem esse potencial? Estamos sendo educados da mesma forma há décadas, mas estamos num mundo completamente diferente. De acordo com o sir Ken Robinson, as crianças têm um poder de criatividade imensurável e precisamos usar esse potencial para melhorar ainda mais a forma com que elas são educadas. Para ele, a criatividade é tão importante quanto a literatura e elas devem ser tratadas com a mesma importância.

2. O poder da paixão e da perseverança | Angela Lee Duckworth

Sabe aquela história em que uma pessoa está ganhando muito dinheiro e tendo sucesso num trabalho que não faz muito sentido e então ela muda completamente para um trabalho com uma remuneração regular, mas que tenha propósito a ela? A psicóloga Angela Lee Duckworth fala sobre a sua experiência de ser uma consultora administrativa para se tornar professora de matemática em turmas de sétima série de uma escola pública de Nova Iorque.

Na rotina de fazer provas e atividades para seus estudantes, ela percebeu algo: não era apenas o QI que diferenciava os seus melhores dos seus piores alunos em termos de resultado. Alguns dos alunos com os melhores resultados não tinham os QIs mais altos; por outro lado, algumas das crianças mais espertas não estavam indo muito bem. Ela percebeu que era preciso entender melhor os alunos e a educação como um torno de uma perspectiva psicológica e foi estudar a respeito com a seguinte pergunta: o que faz as pessoas ficarem e o que as faz desistir? Seja de uma aula, de uma disciplina, dos desafios da vida em geral. Descobriu que o QI não tem a ver com os resultados tanto quanto outros ingredientes. Vale a pena assistir!

3. Uma performance de matemágica – Arthur Benjamin

E se matemática pudesse ter um pouco de mágica? Mais do que uma apresentação sobre as maravilhas que a matemática pode ter, parece um show de mágica. O “matemágico” Arthur Benjamin faz de algo que, para muitos é apenas uma disciplina difícil, num verdadeiro show. Sem mais delongas, vale a pena assistir ao show!

4. Ensine toda criança sobre comida | Jamie Oliver

Dentre tudo o que aprendemos na escola, que tipo de conhecimento nos falta? Política, economia, mecânica e, quem sabe, nutrição e alimentação? O famoso chef Jamie Oliver acredita que toda criança deve ser ensinada, ou melhor, educada a respeito de comida, alimentação, nutrição… E seu projeto é educar as pessoas sobre a sua alimentação por meio de uma revolução da comida.

Em sua palestra, alerta sobre a enorme quantidade de pessoas obesas – que, além do sobrepeso, significa a má alimentação e saúde, que pode inclusive levar a óbito – no mundo e das suas consequências. Uma geração cujos filhos terão expectativas de vida piores que a de seus pais, caso consumam os alimentos processados, a enorme quantidade de açúcar, gordura e conservantes que eles têm. E se a boa alimentação fosse ensinada – nas escolas e na família -, incentivada e feita?

5. Toda criança precisa de um campeão | Rita Pierson

Você já teve uma professora ou um professor que você admirava e chegava a botar num pedestal imaginário? Aquela pessoa que te incentivou a ir atrás do que quer que fosse que você sonhava. Se você gostava de escrever, lhe dava livros e crônicas para você se aprofundar, além de dicas de como começar a escrever. Se você gostava muito de matemática, essa pessoa lhe mostrava as maravilhas dos números e os mundos que eles descobrem.

A palestrante se chama Rita Pierson e era professora há 40 anos, quando ouviu um colega professor dizer: “Eu não sou pago para gostar de crianças”. Ela respondeu: “Crianças não aprendem nada de pessoas de quem elas não gostam”. Sua palestra é a respeito da experiência de uma professora que viveu sua vida buscando a melhor maneira de educar seus alunos, sem esquecer da necessidade em se conectar com eles e em enxergá-los como seres humanos em desenvolvimento.

A educação é uma das ferramentas mais importantes para a transformação dos seres humanos, porque conhecimento é poder. Poder de mudar realidade, transformar visões de mundo e papéis sociais. É importante ser educado sobre tudo, mas também sobre política. O conhecimento sobre o funcionamento do governo, as dinâmicas que envolvem diversos atores sociais e a noção de como o mundo funciona politicamente é essencial para que as pessoas se emancipem e busquem seus papéis nisso. E não quer dizer que há necessidade de se tornar um político profissional, um especialista em política, mas talvez fazer um projeto na sua comunidade ou mesmo no seu trabalho, como os professores que agiram e contaram suas histórias nas talks acima.

Gostou das palestras acima? Deixe seu comentário!

Publicado em 30 de novembro de 2017.

Carla Mereles

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), curadora do TEDxBlumenau e assessora de conteúdo do Politize!.