Como acompanhar e fiscalizar senadores?

O senadores são cargos políticos de bastante poder no Congresso, eles fazem parte do Poder Legislativo e integram comissões temáticas no Senado. Existem comissões permanentes e temporárias e elas tratam de assuntos específicos, como economia e direitos humanos, por exemplo. Esses parlamentares têm grande importância em nosso sistema político e na representação dos nossos interesses e, por isso precisamos estar de olho no que estão fazendo. Neste texto, vamos dar algumas dicas e ferramentas de como fiscalizar senadores. Vamos lá?

Leia também: Como acompanhar e fiscalizar Deputados?

Por que fiscalizar Senadores?

Fiscalizar os senadores é tão importante quanto fiscalizar qualquer outro político em cargo eletivo, afinal, nós os elegemos para que representem os nossos interesses e só saberemos se eles estão cumprindo com seu papel se estivermos de olho no que estão fazendo. Além disso, é importante fiscalizar como eles estão utilizando o dinheiro público. Esse controle social é importante para diminuir as chances de que recursos sejam utilizados de maneira inadequada.

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Senado Federal

Controle social, o que é isso?

Segundo Beuttenmuller e Fonseca (2007), o controle social trata de mecanismos formais na esfera pública que têm objetivos que vão além das eleições, como fiscalizar os governantes, interceder quanto à implementação e formulação de políticas públicas e canalizar interesses de grupos sociais em relação às políticas públicas. Ou seja, fiscalizar nossos representantes é uma forma de fazer controle social e de exercer nossa cidadania.

O exercício do voto é muito importante em uma democracia, mas ele é apenas uma das nossas ferramentas de participação. Para garantirmos que nossos interesses sejam de fato representados, precisamos exercer uma participação ativa durante o mandato dos políticos e o controle social é elemento fundamental nesse processo.

O controle social ganhou importância nos últimos anos devidos aos recentes escândalos de corrupção no Brasil e tem contribuído para o surgimento de iniciativas de fiscalização e aumentado a participação da sociedade civil nesses processos.

Leia mais: Os 5 órgãos mais importantes no combate à corrupção no Brasil

Mas afinal, como posso acompanhar e fiscalizar os senadores?

São várias as maneiras de acompanhar o trabalho desses parlamentares, nesta parte vamos falar sobre os instrumentos que podem ser utilizados por você e por qualquer cidadão para exercer esse direito:

  • Lei de Acesso à Informação – LAI: a Lei 12.527 está em vigor desde 2012 e, de acordo com essa normativa, os órgãos públicos são obrigados a considerar a publicidade das informações como regra e o sigilo como exceção. O sigilo se daria em casos específicos que envolvem algum tipo de risco para alguém ou instituição. Por meio desta lei, o cidadão pode solicitar qualquer informação pública produzida ou sob guarda dos órgãos e entidades da administração pública.

Essa solicitação pode ser feita presencialmente no Serviço de Informação ao Cidadão – SIC ou pela internet no Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão – e-SIC. Você pode ver o passo a passo aqui.

  • Portal da Transparência do Senado: neste portal você encontra diversas informações sobre o Senado como um todo, logo na página inicial você pode escolher a opção que deseja. Se entrar no menu senadores, poderá ter acesso a todos os gastos realizados por esses parlamentares.
  • Aplicativo Sr. Cidadão: este é um aplicativo que oferece aos cidadãos ferramentas para acompanhar as atividades dos senadores e deputados. Ao escolher um senador para monitorar, você pode saber o valor dos bens declarados por ele, as despesas de campanha, a assiduidade em sessões e um resumo de como votou em cada projeto.

Resumindo…

Entender como os senadores estão votando nos projetos é muito importante, pois dessa maneira podemos avaliar se nossos valores e nossas opiniões são compatíveis com aqueles políticos que estão nos representando e até mesmo para analisar se seu posicionamento durante a campanha é condizente com a maneira que se posiciona no Senado.

Além dessas ferramentas, outras ações simples nos ajudam a estar por dentro do que os políticos estão fazendo, como ler notícias em sites confiáveis, entender nossa Constituição e leis, nossos direitos e deveres e o funcionamento das políticas públicas. Você também pode acompanhar as redes sociais dos senadores para saber o que andam fazendo, mas lembre-se de checar se eles estão sendo honestos sobre as atividades que realizam.

Você conhece outras formas de fiscalizar os senadores? Conte pra gente nos comentários!

O que achou desse conteúdo? Deixe seu comentário.

Aviso: mande um e-mail para contato@politize.com.br se os anúncios do portal estão te atrapalhando na experiência de educação política. 🙂

Referências do texto: confira aqui onde encontramos dados e informações!

FONSECA, Francisco; BEUTTENMULLER, Gustavo. Democracia, informação e controle social: reflexões conceituais e o papel dos observatórios locais. In: GUEDES, Álvaro e FONSECA, Francisco (Orgs.). Controle Social da Administração Pública: Cenário, Avanços e Dilemas no Brasil. São Paulo: Cultura Acadêmica: Oficina Municipal; Rio de Janeiro: FGV, 2007.

Transparência – Senado Federal

Como pedir? – Lei de Acesso à Informação 

6 dicas para fiscalizar o governo e os políticos

Senado Notícias

Publicado em 07 de junho de 2018.
Talita de Carvalho no Politize!

Talita de Carvalho

Assessora de conteúdo no Politize!, formada em Economia pela UFPR e mestranda em Planejamento Territorial na UDESC. Acredita que pessoas bem informadas constroem uma sociedade mais justa.