Aos 13 anos de idade, Isaac impressionou sua professora de história, Daniela, por ver tamanha consciência em um garoto tão jovem, ao escrever uma poesia para um trabalho sobre escravidão. Enxergando enorme potencial, ela o incentivou a buscar projetos fora da sala de aula. Foi assim que Isaac acabou se tornando monitor e entrando para o projeto de “escola empreendedora”, idealizado por Neto, seu professor. Nele, Isaac e os outros monitores construíram basicamente uma nova sociedade dentro da escola, na qual os alunos eram recompensados com “astecas” (moeda fictícia do projeto) e podiam trocá-las para participar de jogos e atividades de leitura no recreio.

Com a forte articulação do jovem Isaac à frente do projeto, muitas crianças viram sua vida mudar ao se aproximarem mais da educação e se afastarem das ruas. Esse foi um momento de virada para sua vida começar a caminhar para o que é agora, numa constante luta para transformar a realidade daqueles ao seu redor. Hoje, ele conta que ser um Embaixador Politize!, com 22 anos, está totalmente alinhado ao seu propósito, de se “colocar à disposição da sociedade” e poder contribuir de sua forma, enquanto age em prol daquilo que sempre defendeu.

Com uma rede de pessoas que considera “uma família”, ele enxerga que, juntos, os Embaixadores promovem a educação política, de maneira que “fazemos as pessoas pensarem, não colocamos algo em sua cabeça, a gente dá um conceito para ela pensar e refletir sobre a questão” e reforça, “é pela educação e pela política que estaremos munidos dos instrumentos capazes de transformar a sociedade. Com educação nos transformamos e com política transformamos tudo em nossa volta”. Isaac reconhece uma evolução pessoal ao não dar mais somente sua visão sobre o mundo, mas também incentivar os outros a desenvolverem suas próprias opiniões.

Isaac falando no Encontro Nacional de Embaixadores 2019

Isaac no Encontro Nacional de Embaixadores 2019

Quem conversa com Isaac, com um olhar atento, percebe nas entrelinhas uma vocação política latente. Assim como outros 40 Embaixadores Politize!, Isaac foi um dos aprovados no RenovaBR (escola de democracia que visa formar líderes públicos), que teve mais de 31 mil inscritos no seu processo seletivo. Porém, quando questionado sobre suas pretensões de se candidatar a um cargo público, ele humildemente responde “não acho que eu deva falar que tenho condição de ser candidato. Isso é algo que cabe às pessoas ao meu redor falarem, se elas se identificam comigo e me enxergam como um bom candidato”.

Ao recordar sobre sua trajetória no programa, o Embaixador conta, com um grande sorriso no rosto, sobre a vez que percorreu todas as EJAs (Educação para Jovens e Adultos) de São Vicente, SP. Isaac lembra da felicidade que sentiu durante uma dinâmica sobre Fake News na política, quando ouviu uma senhora de 72 anos compartilhar suas experiências, opiniões e percepções sobre política por vários minutos e depois confidenciar a ele que aquela havia sido a primeira vez em toda a sua vida que falou sobre política e que nunca havia imaginado que teria essa oportunidade.

Isaac com a turma da EJA em São Vicente (SP)

Isaac com a turma da EJA em São Vicente (SP)

Porém, o momento em que Isaac mais se surpreendeu, ainda estava por vir. “Pensa no bairro mais afastado de sua cidade, aquele último, totalmente esquecido, bem na periferia mesmo”. Foi nesse lugar, em São Vicente, que ocorreu a atividade que mais o marcou em sua trajetória como Embaixador Politize!.

Após pegar quatro ônibus para chegar, ele entrou na EJA e todos, com um olhar curioso, acharam que fosse um novo aluno, “talvez por eu ser negro, ter um black”, comenta Isaac. Ele explicou então que era um Embaixador Politize! e havia chegado para dar uma palestra sobre Fake News. Instantaneamente o humor da sala se transformou e, entusiasmados, muitos compartilharam sua alegria ao ver um palestrante com quem se identificavam.

O que mais o marcou foi quando um dos alunos se aproximou para perguntar se o Embaixador era da região. Após Isaac responder que morava em Praia Grande (SP), o menino comentou que nunca haviam recebido uma palestra ali. “Nenhum palestrante quer vir até aqui, é muito longe, as pessoas têm medo” disse o menino, “fico muito feliz que você veio até aqui para falar com a gente sobre política!”, agradeceu.

Por fim, Isaac reflete “A educação constrói, te insere na sociedade, e quando você fica sem educação, você está à margem da sociedade. Em minha trajetória como Embaixador chegar até essas pessoas que estão na margem foi o que mais me marcou”.

Essa história é baseada nos relatos de Isaac Santos, Embaixador desde 2019 pelo Politize!. Junto de Isaac, há uma rede de voluntários comprometidos em fortalecer nossa democracia e promover a educação política por todo o Brasil, para qualquer pessoa, em qualquer lugar!

Saiba mais em politize.com.br/embaixadores-politize/

Quer ser parte dessa rede que está transformando o Brasil?

Deixe um Comentário