Quando pesquisamos sobre organizações internacionais, um nome que sempre aparece é a Organização das Nações Unidas – o órgão internacional que tem como objetivo a manutenção da paz entre Estados. Para cumprir com o seu objetivo, a ONU conta com diversas agências, órgãos e programas que ajudam os países a desenvolver soluções para os principais problemas do mundo. Dentre eles, um programa que se destaca é o PNUD.

Neste conteúdo, o Politize! te explica o que é e qual o objetivo do PNUD. 

O que é o PNUD?

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, cuja sigla é PNUD, como o próprio nome diz, é uma agência desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O programa trabalha em quase 170 países com o objetivo de fomentar a questão do desenvolvimento sustentável pelo mundo, apoiando comunidades a enfrentar desafios complexos através das seguinte áreas: erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões; aceleração de transformações estruturais; e construção de resiliência a crises e conflitos.

Quando o Programa foi criado?

O PNUD teve a sua criação na Assembleia Geral da ONU de 1965, cuja resolução foi responsável por fundir duas entidades que já existiam, o Fundo Especial das Nações Unidas e o Programa Estendido de Cooperação Técnica. A Resolução entrou em vigor no ano de 1966. 

Atuação do PNUD

O Programa concentra seu foco em ajudar os países a elaborar e partilhar soluções para os seguintes desafios:

Governança democrática

O PNUD atua ajudando os países na construção de uma governança democrática, ou seja, apoiando os países no desenvolvimento de instituições mais democráticas e que assegurem direitos humanos e liberdades ao seu povo. Algumas características de uma boa governança democrática são: transparência, justiça para todos e garantia de direitos.

Redução da pobreza 

A questão da redução da pobreza é um tema de extrema relevância para o PNUD, já que, segundo o Banco Mundial, ” Até 2021, 150 milhões de pessoas devem cair na extrema pobreza devido à Covid-19, recessão, conflitos e mudanças climáticas; além disso, economias de médio rendimento terão 82% dos novos pobres do mundo”.

Para ajudar a reduzir esses números, o PNUD apoia os países na criação de estratégias para erradicar a pobreza a nível nacional, ajudando a garantir a eficácia de suas políticas. O Programa atua patrocinando projetos, ligando países aos recursos e melhores práticas mundiais, promovendo o papel das mulheres no desenvolvimento, entre outras ações.

Prevenção e recuperação de crises

Atualmente, vivemos uma das maiores crises de saúde da história. Pela sua dimensão, a Covid-19 atraiu todos os olhos para ela, mas pelo mundo diversas outras crises aconteceram ou estão acontecendo nesse exato momento – como conflitos violentos, catástrofes naturais ou até mesmo de saúde.

Para ajudar nessas crises, o PNUD busca compartilhar e colocar em prática atitudes inovadoras em relação à prevenção de crises e a resolução de conflitos junto aos países.  

Energia e meio-ambiente

A questão ambiental é um problema para toda a população mundial, contudo é a população mais pobre que é a mais afetada. Como afirma o professor Paulo Saudiva, diretor do IEA e professor da Faculdade de Medicina (FM) da USP, “Apesar dos países desenvolvidos serem, com folga, os maiores emissores de gases causadores de efeito estufa, a concentração da poluição é maior nos países mais pobres”. 

Assim, o PNUD atua através de programas e iniciativas que visam ajudar os países a enfrentar esses desafios compartilhando práticas mais adequadas, aconselhando sobre políticas inovadoras e fortalecendo a rede de parceiros. Tendo isso em vista, em 1991, o PNUD em parceria com a ONU Meio Ambiente e o Banco Mundial estabeleceu a chamada Facilidade Ambiental Global (GEF). O GEF é um dos maiores financiadores de projetos ambientais do mundo, atuando em países em desenvolvimento que protegem o meio ambiente global e promovem meios de vida sustentáveis em comunidades locais.

No Brasil, o projeto Floresta+ Amazônia é uma parceria entre o Ministério do Meio Ambiente e do PNUD, por exemplo. O projeto visa recompensar quem trabalha com ações de proteção e recuperação da floresta e contribui para a redução de emissões de gases de efeito estufa.

HIV/Aids.

Sobre esse ponto, o PNUD apoia os países a colocarem a pauta do HIV/AIDs no centro dos planejamentos e orçamentos nacionais, de forma que seja possível a adoção de medidas que visem impedir a propagação do vírus. 

Outras atividades do Programa

Dentro dos seus focos de atuação, o PNUD é responsável por

  • Patrocinar e fomentar a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que substituíram os ODM, em 2015. O principal foco dos ODS é erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta; 
  • Elaborar e publicar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) anualmente;
  • Exercer influência importante na teoria e nas práticas relacionadas ao desenvolvimento econômico.
  • Fomentar o desenvolvimento sustentável ao redor do mundo.

REFERÊNCIAS

Relatório 2020 PNUD (Inglês)

Quem nós somos PNUD

A ONU e o desenvolvimento econômico: uma interpretação das bases teóricas da atuação do PNUD

PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

O que é o PNUD?

PNUD: História do Comitê

Conheça a Agenda 2030: Conheça o plano de ação global para mudar o mundo até 2030

Países mais pobres são os mais afetados por mudanças climáticas e poluição

Deixe um Comentário








Enter Captcha Here :