7 formas de conhecer os candidatos das eleições 2016

acompanhar os candidatos eleitos

Vivemos na era da informação. Hoje em dia é mais simples do que nunca ficar por dentro de qualquer assunto. Isso vale também para as eleições. Não há mais como dizer que não temos condições de conhecer os candidatos. Hoje temos milhares de veículos de comunicação no Brasil, disponíveis no papel, na TV, no rádio ou na internet.

Além disso, temos uma grande variedade de dados, disponibilizados tanto pelo poder público, quanto pela sociedade civil organizada. Aplicativos se propõem a apresentar os candidatos mais afinados com seu pensamento com apenas alguns cliques.

Portanto, este é o momento de você, cidadão, aproveitar ao máximo todas essas ferramentas, para não chegar em outubro sem saber os motivos que o levaram a escolher seus candidatos. Veja a seguir algumas dicas para se informar melhor sobre os candidatos das eleições municipais de 2016:

1) TSE: aplicativo das candidaturas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é responsável por organizar os processos eleitorais no Brasil, tanto em questões legais, quanto operacionais. O site do tribunal concentra todas as informações essenciais sobre as eleições municipais de 2016.

Mas para deixar mais prático o trabalho do eleitor de procurar informações sobre os candidatos, o TSE lançou o aplicativo para celular Candidaturas 2016. Dados pessoais, número da candidatura, partido, coligação, declarações de bens e a prestação de contas dos candidatos agora estão na palma da sua mão.

E não para por aí. No total, o TSE desenvolveu 11 aplicativos diferentes para as eleições deste ano! Cada um aborda algum ponto relevante para o eleitor. Confira!

Como usar: procure pelos candidatos do seu município, que estão distribuídos pelos estados. Na tela dos municípios, você pode navegar entre os candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador. Use a função Favoritos para salvar seus candidatos preferidos.

2) Projeto Às Claras

A ONG Transparência Brasil tem como missão reunir e aumentar as informações disponíveis sobre o poder público para o cidadão.
A entidade desenvolve atividades em duas frentes: monitoramento e advocacy.

Na parte de monitoramento, o maior esforço é de processar e analisar dados dos órgãos públicos e trazê-los de uma forma mais inteligível para a população. Como resultado, a ONG desenvolveu projetos muito interessantes, como o Meritíssimos e o Excelências – focados nos ministros do Supremo Tribunal Federal e nos parlamentares do Congresso Nacional.

Em relação ao poder público municipal, o projeto mais pertinente do grupo é o Às Claras, que reúne em um mesmo lugar dados sobre o financiamento das campanhas de candidatos de todas as eleições de 2002 a 2012. No site do projeto, você pode analisar as contas de campanha dos prefeitos eleitos em 2012, além dos candidatos que tenham perdido em 2012 e estejam de volta à disputa neste ano. O usuário pode:

  • Descobrir quanto dinheiro cada candidato, comitê ou diretório recebeu de empresas
  • Saber quanto dinheiro as empresas ou pessoas físicas doaram aos candidatos
  • Verificar quanto dinheiro os diretórios ou comitês dos partidos doaram para candidatos
  • Fazer pesquisas por eleição, estado, município ou partido
  • Pesquisar pelas contas de cada candidato, por eleição em que concorreu

3) Aplicativo Vote Consciente

aplicativo Vote Consciente traz mais uma forma prática de conhecer mais detalhes sobre o seu candidato. O aplicativo pede sua opinião a respeito de alguns temas importantes para as cidades. Por ora, está disponível apenas para três cidades de Santa Catarina (Blumenau, Ilhota e Gaspar) e uma de Minas Gerais (Sete Lagoas). Mas a plataforma é colaborativa e os usuários podem solicitar o cadastro de seu município.

O objetivo do Vote Consciente é revelar quais candidatos são mais compatíveis com o eleitor. O aplicativo apresenta várias propostas para o usuário, que deve responder se concorda ou discorda dessas propostas. No fim, com base nas suas respostas, ele sugere quais candidatos você deveria votar – aqueles com quem você mais concordou.

A ideia já foi testada nas eleições de 2014, com o aplicativo Voto x Veto . Ele apresenta propostas dos candidatos à presidência naquele ano e apresentava duas opções: “Eu voto” e “Eu veto”. O aplicativo compõe um ranking dos candidatos cujas propostas foram mais aprovadas pelo usuário.

4) Raio-X Cidadão

Esse jogo desenvolvido pelo Projeto Brasil não ajuda propriamente na escolha de um candidato, mas foca na outra ponta: o eleitor. O nível de conhecimento dos cidadãos sobre a realidade de seu município são o centro dessa ferramenta.

O usuário é submetido a perguntas como taxa de assassinatos, quantidade de alunos repetentes e quantidade de escolas públicas com quadras esportivas no município. Dessa forma, o eleitor abre os olhos para os problemas do município e se qualifica para perceber quais candidatos possuem propostas mais sintonizadas com essa realidade.

5) Páginas da Câmara de Vereadores e Prefeitura dos municípios

Excerto da agenda da Câmara Municipal de São Paulo.

Pesquisar os sites institucionais do poder público de seu município pode ser muito útil, especialmente caso você esteja em busca de informações sobre candidatos à reeleição – ou seja, políticos que estiveram na Prefeitura ou na Câmara nos últimos quatro anos e que já têm contas a prestar pelo seu trabalho. Os sites possuem várias informações sobre a atuação dos prefeitos e vereadores brasileiros.

O que você pode encontrar: os sites institucionais revelam como foi o trabalho do prefeito e dos vereadores nos últimos anos. Em alguns casos, é possível ver a ordem do dia na Câmara, que são os assuntos a serem discutidos pelos vereadores na data, e a agenda do prefeito – com todos os seus compromissos.

Excerto da agenda do prefeito de São Paulo.

Além disso, por lei, o poder público municipal deve disponibilizar portais da transparência. Esses portais permitem que o cidadão pesquise livremente informações sobre a administração pública municipal. Você pode ficar por dentro das licitações, contratos, convênios, folha de pagamento, gastos com diárias, e outras atividades de prefeitos e vereadores.

O Diário Oficial é outro meio de comunicação do poder público com a população. Trata-se de um grande resumo dos atos do poder público. As prefeituras disponibilizam todas as edições do diário em seus sites.

Portal da transparência do município de Florianópolis.

6) Horário eleitoral

candidatos-eleicoes-2016-horario-eleitoral

Os meios de comunicação tradicionais continuam a ser relevantes nas eleições. O horário eleitoral gratuito no rádio e na TV é uma das principais janelas de exposição dos candidatos – mesmo que muita gente não goste de ver. Pode ser um ótimo ponto de partida para suas pesquisas: ali você entra em contato com todos os candidatos e também suas principais propostas. Com essas informações em mãos, você pode explorar a internet e outras ferramentas mais completas.

Neste ano, no lugar dos longos blocos que normalmente tomam a programação, você verá várias inserções rápidas de candidatos ao longo da programação. Dessa forma, todos os públicos serão atingidos – e se você vê TV ou ouve rádio, muito provavelmente terá contato com as propagandas desses candidatos.

7) Debates

Nas capitais e cidades de grande e médio porte, é comum acontecer debates televisionados durante as campanhas. Esse é um momento de confronto entre eles, e seus pontos fortes e fracos ficam expostos ao público. As perguntas normalmente feitas nesses debates referem-se às propostas dos candidatos para os mais diversos temas de interesse do município. Os debates são uma ótima forma de conhecer as propostas dos candidatos e também de observar a forma como lidam com a pressão de se posicionar diante de questões polêmicas.

E você, conhece outros aplicativos que podem ajudar o eleitor na busca pelo voto consciente? Compartilhe com a gente aqui embaixo, nos comentários!

Publicado em 29 de agosto de 2016.
jornada-do-candidato

Bruno André Blume

Bacharel em Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e editor de conteúdo do portal Politize!.