3 partidos brasileiros criados em 2015

Como sabemos, o Brasil passa por um momento político bastante intenso. Desde meados de 2013, manifestações populares passaram a tomar conta das ruas, das redes sociais e a política se tornou assunto principal no dia a dia de todos. Com a população se sentindo cada vez menos representada pelos políticos, nada mais natural que novos partidos brasileiros surgissem em nosso país. Somente no mês de setembro de 2015, o Tribunal Superior Eleitoral autorizou o funcionamento de três novos partidos políticos. Neste texto, apresentaremos a vocês cada um desses partidos brasileiros!

1) Partido Novo

Como surgiu:  O primeiro da lista de novos partidos brasileiros criado em 2015 foi iniciado por cidadãos insatisfeitos com o montante de impostos pagos e a qualidade dos serviços públicos recebidos. Foi formado por pessoas sem histórico político, mas que acreditam que um partido político seria a ferramenta democrática adequada para realizar as mudanças desejadas e necessárias.

Fundadores: O NOVO foi criado por um grupo de 181 cidadãos oriundos de dez Estados brasileiros. Esse grupo dedicou três anos inteiros para divulgar os objetivos e valores do que viria a se tornar o Partido Novo;

Ideologia: É um partido liberal, localizado mais à direita no espectro das ideologias políticas. Tem como ideais a garantia das liberdades individuais, a meritocracia; busca  a redução da atuação do Estado ao mínimo essencial como saúde, educação e segurança. Com essa redução, acredita que o Estado poderá prestar serviços públicos com mais qualidade e eficiência.

Como podem influenciar o sistema: Por se tratar de um partido liberal, podemos esperar um partido mais atuante na luta pela redução da máquina pública e pela atualização dos atuais modelos de gestão pública. Isso significa dizer que o Partido Novo poderá contribuir de forma ativa para a melhoria dos serviços prestados pelo Estado e pela redução dos impostos.

Data de autorização para início das atividades: 15/09/2015.

Onde encontrar o partido: www.novo.org.br/

banner-partidos-politicos-brasileiros

2) REDE Sustentabilidade

Como surgiu: com a desfiliação da então Senadora Marina Silva do Partido Verde (PV), em 2011, deu-se início ao processo de criação de um partido político que lutasse pelas pautas ambientais, mas que, especialmente, lutasse pelo desenvolvimento de uma nova política. Com esse discurso, Marina pôde consolidar seu projeto político entre os anos de 2012 e 2014. O Partido foi fundado originalmente em fevereiro de 2013, mas não teve autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para iniciar suas atividades, obrigando Marina a filiar-se ao PSB, partido do político Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, e tornar-se candidata a vice-presidente da República. Com a morte de Eduardo Campos, Marina assume a candidatura à Presidência da República, ficando em terceiro lugar. Durante esse período, a Rede Sustentabilidade conseguiu atingir a quantidade de assinaturas necessárias para criar o partido político.

Fundadores: O Partido conta com nomes como Marina Silva e Heloísa Helena no quadro de fundadores;

Ideologia: É um partido com ideais mais à esquerda do espectro político. Em seu estatuto, apresenta princípios como da justiça social, defesa dos direitos das minorias e função social da propriedade, pautas específicas dos partidos de esquerda.

Como podem influenciar o sistema: A REDE já possui parlamentares atuando junto às duas casas do Congresso Nacional. Na Câmara, conta com cinco deputados e no Senado, com um senador. Já existem adesões de vereadores e deputados estaduais, mas o número ainda não é expressivo. Isso significa que a Rede já está produzindo grandes mudanças no atual cenário, mexendo na estrutura de partidos importantes como PT e PSOL. A Rede ainda tem como projeto de poder criar uma nova política, retirando o monopólio de partidos que estão há anos no poder.

Data de autorização para início das atividades: 22/09/2015.

Onde encontrar o partido: www.redesustentabilidade.org.br

3) Partido da Mulher Brasileira

Como surgiu: o Partido da Mulher Brasileira – PMB, surgiu dentro de movimentos sociais, diante da vontade de suas ativistas em participarem com maior vigor da vida política nacional.

Fundadores: Ativistas de grupos e movimentos sociais e populares de defesa das mulheres.

Ideologia: É um partido de esquerda que busca um mundo livre da opressão, livre da dependência, livre da miséria no mundo moderno. Tem como principal bandeira a inserção das mulheres na política, bem como a luta pelos direitos e redução das desigualdades de gênero.

Como podem influenciar o sistema: O partido terá um papel importante na luta pela inclusão das mulheres na política. No Congresso Nacional, por exemplo, estima-se que a presença feminina não ultrapasse a casa dos 10%, sendo ainda muito pequena. Por isso, sua participação no cenário político brasileiro será bastante importante para a causa feminista brasileira.

Data de autorização para início das atividades: 29/09/2015.

Onde encontrar o partido: http://www.pmb.org.br/

E você, já conhecia esses novos partidos brasileiros?

Publicado em 28 de outubro de 2015.

Alexandre Lins Batista

Membro da Associação Brasileira de Ciência Política, Acadêmico e Pesquisador em Ciência Política na Uninter.