4 ferramentas para acompanhar o trabalho dos políticos

Um dos maiores problemas da política brasileira é a falta de transparência sobre o trabalho dos nossos representantes. Os cidadãos se sentem distantes de seus governantes. Os mecanismos de controle – órgãos de fiscalização, mídia ou sociedade civil –  parecem sempre insuficientes, criando uma amarga sensação de que não se sabe o que está realmente acontecendo na política nacional. Por vezes, acompanhar políticos por meio destes mecanismos acaba sendo bastante difícil e cansativo.

Mas afinal de contas, como você, uma pessoa comum, atarefada no seu dia a dia, pode acompanhar políticos de perto e observar o trabalho de pessoas que estão a centenas, milhares de quilômetros de distância? Como ir além das manchetes dos jornais e saber mais coisas sobre o Poder Legislativo, o orçamento do governo e a execução das políticas públicas?

Para atendermos a essa inquietação tão comum, preparamos essa lista de iniciativas espetaculares, pensadas unicamente em trazer mais informação para o eleitor sobre seus representantes. Confira:

Newsletter Incancelável

A primeira iniciativa que elencamos atende pelo nome de newsletter incancelável. Mas como assim, incancelável? A ideia é simples: você assina essa newsletter personalizada que traz mensalmente uma compilação das notícias mais relevantes dos políticos que você elegeu.

Os criadores da newsletter ainda dão um empurrãozinho ao cidadão que adere à proposta: quem assinar não poderá se descadastrar dela. Assim, você tem mais um incentivo de assumir sua responsabilidade como cidadão.

Ranking dos Políticos

Vários sites na internet buscam valorizar o trabalho de parlamentares que cumprem seu papel com afinco. Um deles é o Ranking dos Políticos. Para compor o ranking, são usados seis critérios diferentes:

  • Presença nas sessões
  • Privilégios
  • Participação pública
  • Processos judiciais
  • Qualidade legislativa
  • Outros (detalhes adicionais) 

Veja aqui como funciona o cálculo da pontuação.

Vale mencionar que os critérios adotados para a formação de cada um desses rankings são subjetivos e, portanto, passíveis de discussão. Cabe ao leitor conhecer os indicadores adotados e avaliar se eles são suficientes para um bom julgamento dos políticos.

Repolítica

O  Repolítica surgiu para tornar mais simples o trabalho de encontrar políticos que tenham visões semelhantes sobre temas da nossa política. É uma verdadeira enciclopédia sobre os políticos brasileiros, criada para reunir em um só lugar as informações importantes sobre nossos representantes e ajudar o eleitor a acompanhar, avaliar e decidir seu voto, sem ficar refém da propaganda política.

A maior atração do Repolítica é o teste de compatibilidade, que revela quais são os candidatos com quem você possui maior afinidade de pensamento. Os autores do site recomendam que o teste seja feito para encontrar candidatos do Legislativo: deputados, vereadores e senadores. O teste é menos eficaz no caso de candidatos a governador, prefeito e presidente.

Atlas Político

O Atlas Político apresenta informações em formatos visuais sobre os parlamentares brasileiros da esfera federal. O objetivo é revelar quem é quem no Congresso Nacional. O resultado das pesquisas dos autores é o interessantíssimo mapa do Congresso, em que todos os deputados e senadores são posicionados em um plano cartesiano com os eixos esquerda-direita e governo-oposição. Assim, você pode descobrir se o seu candidato tem adotado posições favoráveis ou desfavoráveis ao governo, além de posições associadas à esquerda ou à direita políticas.

O mapa do Congresso também é muito interativo. O usuário pode filtrar os parlamentares por partido e por estado de origem. Outra opção de filtragem é por bancadas parlamentares, que são aqueles arranjos informais de parlamentares entusiastas de uma certas causas políticas (exemplos: bancada a favor da redução da maioridade penal, bancada da reforma política, bancada evangélica, etc).

Além disso, o Atlas Político conta com rankings dos deputados federais e dos senadores, baseados em cinco critérios: representatividade, campanha responsável, ativismo legislativo, fidelidade partidária e debate parlamentar.

O Atlas baseia-se em fontes como Portal do Senado, Portal da Câmara, Congresso em Foco, Tribunal Superior Eleitoral e a ONG Transparência Brasil. Saiba mais sobre a metodologia.

Acompanhar políticos nunca ficou tão fácil, certo? Se você tem outras sugestões inovadoras de monitorar o trabalho dos nossos representantes, compartilhe com a gente! 

banner-partidos-politicos-brasileiros
Publicado em 30 de setembro de 2015.

Bruno André Blume

Bacharel em Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e editor de conteúdo do portal Politize!.