Você sabia que a última vez em que o Dia da Sobrecarga da Terra ocorreu em dezembro foi em 1972? Isso mesmo, após esse ano, os recursos naturais da Terra passaram a se esgotar em menos de um ano. Em 2019, esse dia foi em 29 de julho; em 2020, foi no dia 22 de agosto; e em 2021, voltou a acontecer mais cedo em 29 de julho. Continue com a gente para saber tudo isso!

Você sabe o que é o Dia da Sobrecarga da Terra?

O Dia da Sobrecarga da Terra está atrelado ao uso de recursos renováveis do nosso planeta pela humanidade. A partir de dados sobre desmatamentos florestais, plantação e colheita de alimentos com uso de agrotóxicos para atender uma maior demanda, e até mesmo de emissões de carbono ligadas à essas atividades e outras, o consumo dos recursos é calculado pela GFN (Global Footprint Network).

Assim, esse dia é marcado pelo momento em que a humanidade consumiu todos os recursos naturais que o planeta é capaz de renovar durante um ano. Desde 1972, esse dia acontece antes de completar um ano, ou seja, isso significa que precisaríamos de mais de uma Terra para satisfazer o uso anual de recursos de toda população.

Para fazer este cálculo, divide-se a capacidade de recursos ecológicos renováveis do planeta e multiplica-se por 365 dias (1 ano).

E como podemos reverter esse quadro?

Com essas marcas, precisaríamos de quase 2 Terras para sustentar o comportamento da população mundial atual. Para reverter esse quadro, uma das principais medidas discutidas é sobre diminuir nossa pegada de carbono, também conhecida como pegada ecológica.

A quantidade de carbono da pegada é calculada a partir das atividades rotineiras de uma pessoa, como ir ao trabalho ou faculdade. Sabemos também que o cultivo e desmatamento, a criação de gados, a queima de combustíveis, a produção de indústrias e outras atividades também contribuem para a emissão de gás carbônico na atmosfera, por isso essas atividades também entram no cálculo. 

Olha só um exemplo: sabe-se que um dia inteiro de folga por semana diminuiria nossa pegada de carbono em 30%! Inclusive, esse é um dos fatores que pode ter contribuído para que o Dia da Sobrecarga da Terra chegasse mais tarde em 2020, afinal, por conta da pandemia, muitas pessoas estão em home office.

Sobre o assunto, segundo a Diretora Executiva da Global Footprint Network (GFN), Laurel Hanscom, a pandemia tem mostrado a necessidade de mudanças efetivas na busca pelo equilíbrio do meio ambiente e da população.

“A humanidade tem estado unida pela experiência comum da pandemia e demonstrou como as nossas vidas estão interligadas. […] Tornar a regeneração um elemento central dos esforços de reconstrução e recuperação tem o potencial para resolver desequilíbrios tanto na sociedade humana como na nossa relação com a Terra”, disse Laurel em um comunicado da GFN.

Mas, como vimos, só isso não bastou para que o dia da sobrecarga da Terra fosse ainda mais tardio. Afinal, em 2021, ainda durante a pandemia, a pegada ecológica total da Terra aumentou 6,6% em relação ao ano anterior, fazendo com que o Dia da Sobrecarga chegasse mais cedo, em 29 de julho. O fato é que consumimos muitos produtos que são os grandes responsáveis pelos gases emitidos, além de serem responsáveis pelo grande uso de água na sua confecção, como embalagens de alimentos, fertilizantes e combustíveis. 

Então, quais são as medidas recomendadas para diminuir a pegada de carbono? Algumas pequenas ações como comprar alimentos in natura (fora das embalagens), preferir por sacolas sustentáveis para o mercado, andar mais a pé ou de bicicleta, preferir o consumo de alimentos orgânicos, continuar dias de home office no trabalho e até mesmo diminuir o consumo de energia elétrica (apague as luzes!) já trariam ganhos para a diminuição da emissão de carbono.

Vale mencionar que a projeção para o esgotamento total dos recursos da Terra era para o ano de 2072. Atualmente, ela foi revisada levando em consideração a trajetória dos dias da sobrecarga nos últimos 50 anos, e agora está previsto para 2030.

Gostou do conteúdo? Deixe a sua opinião nos comentários.

REFERÊNCIAS

Over shoot day

 WWF: over shoot day

BBC: como jornadas de trabalho menores podem salvar o mundo 

Terra: pandemia atrasa Dia de Sobrecarga da Terra

1 comentário

  1. Lupercina Rocha Conte em 13 de agosto de 2021 às 5:10 pm

    Achei o conteúdo do “A sobrecarga na Terra ou da Terra” extremamente esclarecedor. Precisa de divulgação mais acentuada, especialmente no meio da população mais jovem. Essa população da era da Informática é muito receptiva e inteligente, percebe melhor oque é bom e o que é ruim para ela. É um ser humano melhor tratado, mais respeitado que nós os mais velhos, que não tínhamos vez para acolher o futuro e sim para respeitar o passado de nossos ancestrais. Ninha neta com sete anos não come doces, não bebe refrigerante e tem opinião própria. Sabe quem ela é. Domina o conteúdo escolar, como se fosse uma brincadeira, apresenta reparos em sua casa, até no País, tudo isso, porque é respeitada e muito incentivada para o conhecimento. Obrigada pela divulgação. Repita-a. Lupercina Conte
    (lupeconte80@gmail.com)

Deixe um Comentário








Enter Captcha Here :