Navegue por categria

a imagem mostra símbolos da importação e exportação: contêineres de navio na parte inferior e acima um avião

Entenda os conceitos de importação e exportação

Publicado em:
Compartilhe este conteúdo!
Navio. Imagem: Pixabay

No comércio internacional, quando um país compra bens do exterior dá-se o nome de importação e quando vende o que produz internamente para outros países, exportação. Vamos entender melhor este processo muito importante para a economia global?

Para entender mais sobre importação e exportação é importante conhecer alguns conceitos-chave relacionados a estes processos. Os principais são: O padrão de comércio dos países, importação, exportação e balança comercial.

Importação e exportação: o padrão de comércio dos países

Considerando que os países não são capazes de produzir a totalidade dos recursos que sua sociedade precisa, é necessário recorrer ao comércio internacional vendendo aquilo que produz em excesso e comprando aquilo que é escasso.

Há 193 países reconhecidos pela comunidade internacional distribuídos em hemisférios, continentes e fusos horários diferentes em uma disposição que caracteriza os países de diversas formas de maneira que a sua posição geográfica será determinante na sua capacidade de produção agrícola.

Além das características geográficas, fatores históricos e demográficos podem influenciar em quais ramos de produção haverá mais condições para aquele país se destacar.

O padrão de comércio é o destaque que o país alcança na sua atividade industrial, como o Brasil que se destaca na produção de commodities, ou seja, matérias primas e produtos primários, tais como: soja, arroz, milho e minério de ferro por causa da extensão do seu território e do clima favorável.

Desta forma, o padrão de comércio dos países é o conjunto dos bens e serviços que aquele país produz de maneira eficiente, o que lhe torna capaz de atuar de maneira competitiva no mercado internacional.

Veja também nosso vídeo sobre o livre mercado!

O que é importação?

Importação é o processo de comprar produtos de outro país. O Governo Federal define importação como: “o ingresso seguido de internalização de mercadoria estrangeira no território aduaneiro”.

O processo de importação envolve regras e impostos. As entidades anuentes, através da Aduana, estabelecem os produtos que são permitidos em território brasileiro de acordo com a legislação brasileira.

Há os impostos de importação que são determinados através de uma série de condições e critérios estabelecidos na legislação tributária e nos acordos internacionais. Por exemplo, o Brasil, por fazer parte do Mercosul, tem um conjunto de tarifas específicas entre os países do bloco (Tarifa Externa Comum – TEC para a importação de certos produtos).

O que é exportação?

Exportação é o processo de vender um produto de origem interna a outro país. De acordo com o Governo Federal: “A exportação pode ser definida como a saída da mercadoria do território aduaneiro.”

O processo para exportação também passa pela Aduana, mas com critérios diferentes. No caso da exportação, estes critérios normalmente são definidos pelo país importador. Um exemplo disso é a exportação da carne brasileira para países da União Europeia, que precisa seguir critérios sanitários específicos do bloco europeu.

Leia também: tudo sobre a União Europeia!

Somente em alguns casos incide imposto de exportação para garantir a paridade de preços, pois, devido aos incentivos à exportação, o preço final do produto pode ficar mais barato que o preço para o mercado interno.

As exportações são fontes de renda e emprego, pois estimulam a produção interna, o crescimento industrial e a entrada de divisas no país, uma vez que haverá investimentos em infraestrutura, abertura de empresas e oportunidades de emprego para a população local.

O que é a balança comercial?

Câmbio. Imagem: Pixabay

A balança comercial é um registro contábil das transações comerciais de mercadorias entre países. É uma conta que mostra a diferença entre o valor total de de exportações e de importações realizadas em um determinado período fiscal.

É diferente do balanço de pagamentos, que compreende outras transações econômicas, além das de mercadorias.

Quando o total de exportações é superior ao total de importações há um superávit e quando o total de importações é superior ao total de exportações há um déficit.

Este indicador mostra a condição comercial do país em relação ao comércio internacional, podendo indicar pontos de atenção para a indústria local uma vez que está diretamente relacionado com o PIB (Produto Interno Bruto).

PIB é a cifra que indica tudo o que foi produzido e comercializado dentro do país. Sendo assim, quando um país exporta mais é porque está produzindo mais, e consequentemente terá um PIB mais alto. Quando as exportações caem, o PIB também tende a cair.

A importância do comércio internacional

Desde as primeiras civilizações já havia comércio internacional e, com o cenário de globalização, os países estão cada vez menos isolados e mais dependentes uns dos outros para gerar as riquezas e condições de vida necessárias para sua subsistência.

Os países, isoladamente, não conseguem produzir a quantidade necessária de bens para suprir a sua própria demanda. A China por exemplo, possui uma população de 1,4 bilhões de habitantes e precisa importar do Brasil produtos como soja e carne para atender a demanda interna destes alimentos.

É melhor importar mais ou exportar mais?

Não há uma fórmula que responda definitivamente se é melhor importar mais ou exportar mais. Mesmo com a relação direta entre as exportações do país e o seu PIB, há países que devido ao seu padrão de comércio terão a balança comercial usualmente em déficit, o que não significa necessariamente algo ruim.

Fatores como o investimento em infraestrutura e parques industriais necessários para a produção do que será exportado podem ser positivos para o país. Por outro lado, se não houver fonte de investimento imediato ou mão de obra adequada, a importação pode ser mais lucrativa por oferecer um custo menor.

A decisão de um país sobre importar ou exportar segue a lógica do mercado, isto quer dizer que um país busca aquilo que é melhor para si dadas as circunstâncias do momento.

Você conseguiu compreender os conceitos de importação e exportação e a importância destas atividades para os países? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários!

Referências:

GoCache ajuda a servir este conteúdo com mais velocidade e segurança

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este conteúdo!

ASSINE NOSSO BOLETIM SEMANAL

Seus dados estão protegidos de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

FORTALEÇA A DEMOCRACIA E FIQUE POR DENTRO DE TODOS OS ASSUNTOS SOBRE POLÍTICA!

Conteúdo escrito por:
Sou professora de ensino médio e técnico. Mestranda em História da Filosofia Antiga (USP), também fiz licenciatura em Filosofia (USJT) e Bacharel em Administração, linha de formação específica em Comércio Exterior (USJT). Já trabalhei em área administrativa, me apaixonei pela Filosofia e acredito que a educação, especialmente uma educação cidadã é a única ferramenta capaz de mudar mundo. Sou um tanto quanto idealista neste aspecto, e por isso, tento ajudar a transmitir o conhecimento e o pensamento crítico para formarmos cidadãos melhores e mais conscientes.

Entenda os conceitos de importação e exportação

22 jun. 2024

A Politize! precisa de você. Sua doação será convertida em ações de impacto social positivo para fortalecer a nossa democracia. Seja parte da solução!

Pular para o conteúdo