Provavelmente você já ouviu falar do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, mas sabe o que ele é?

Neste texto, o objetivo é explicar, de forma direta e objetiva, o que é o INPC, para o que serve, como é apurado e como ele pode impactar a sua vida.

O que é o INPC?

O INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor – trata-se de um índice de correção monetária, aplicado aos salários.

Mas o que é correção monetária? Correção monetária é o ajuste financeiro da moeda, no nosso caso do real, em relação ao valor das outras moedas que circulam no mundo, ou em relação aos índices de inflação, ou ainda em relação à cotação do mercado financeiro.

O objetivo da correção monetária é compensar a perda econômica da moeda, ou seja, garantir o seu poder de compra.

No caso do INPC, o ajuste financeiro na moeda acontece com relação aos índice de inflação, com o objetivo de compensar o poder de compra dos salários.

Para saber mais sobre inflação, acesse aqui!

Como é apurado?

O INPC é apurado pelo IBGE – Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística, o qual mantém o SNIPC – Sistema Nacional de Índices de Preço ao Consumidor que produz de forma contínua e automatizada o INPC.

Mas o que entra na conta da apuração do Índice Nacional de Preços ao Consumidor?

O IBGE leva em consideração a variação de preços da cesta de consumo da população assalariada com mais baixo rendimento (de 1 a 5 salários mínimos).

A cesta de produtos e consumos que são monitorados pelo IBGE é definida pela Pesquisa de Orçamentos Familiares – POF, que avalia as estruturas de consumo, de gastos, de rendimentos e parte da variação patrimonial das famílias, oferecendo um perfil das condições de vida da população a partir da análise dos orçamentos domésticos. A última pesquisa foi realizada nos anos de 2008 e 2009.

Saiba mais como pesquisas amostrais são feitas aqui!

Já a faixa de renda (de 1 a 5 salários mínimos) foi escolhida, tendo em vista que é a faixa que alcança mais de 50% das famílias que estão inseridas nas áreas urbanas de cobertura do SNIPC – Sistema Nacional de Preço ao Consumidor. As áreas de cobertura incluem as regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, além do Distrito Federal e dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís e Aracaju.

E onde são coletados os preços?

A coleta dos preços acontece junto à estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços, concessionárias de serviços públicos e internet, localizados nas regiões de cobertura do SNIPC, em média, no período compreendido entre o dia 01 e o dia 30 do mês, e de todos os meses do ano.

Os produtos e serviços cujas variações são registradas pelo SNIPC são classificados em 9 categorias, são elas: 

  • Alimentação e bebidas;
  • Habitação;
  • Artigos de residência;
  • Vestuário;
  • Transporte;
  • Saúde e cuidados pessoais;
  • Despesas pessoais;
  • Educação;
  • Comunicação.

Além de registrar e divulgar a variação mensal dos preços, o IBGE apura e divulga a variação acumulada ao longo do ano.

Veja abaixo a variação anual do INPC desde a implementação do Plano Real (dezembro de 1995 a dezembro de 2020):

Fonte: IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Como o INPC muda minha vida?

Agora que já vimos o que é o INPC e como ele é calculado/apurado, já podemos ter uma ideia de como ele impacta a nossa vida, não é mesmo?

Pois bem, o INPC vai impactar em nossa vida, de forma direta, sob dois aspectos.

Como vimos, o INPC é um índice de correção monetária aplicado aos salários. Logo, é este o índice que comumente é utilizado nas negociações sindicais para o reajuste dos salários dos trabalhadores.

Além disso, o INPC é um dos índices utilizados no cálculo do reajuste do salário mínimo.

Já conhece o nosso canal do Youtube? Que tal conferir esse vídeo sobre as políticas de transferência de renda no Brasil?

O outro aspecto da nossa vida, ou ao menos na vida da maioria das pessoas, que é afetado diretamente pelo INPC, diz respeito a inflação.

Tendo em vista que para apurar o INPC o IBGE leva em consideração a variação de preço de uma série de produtos e serviços, tem-se que o INPC também funciona como um indicador da inflação.

Porém, como indicador de inflação, o INPC só atinge as famílias cujo chefe assalariado possui rendimento de 1 a 5 salários mínimos, pois o índice de variação dos preços é medido de acordo com esta faixa de rendimento.

Existe um outro índice, o IPCA – Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo, também medido pelo IBGE, que apura as mesmas variações de preços, porém, em comparação à faixa de renda de 1 a 40 salários mínimos.

No Brasil, a inflação é oficialmente apurada com base no IPCA, justamente por ser mais abrangente, atingindo 90% da população.

E então ficou mais fácil entender o que é o INPC depois desse texto? Deixe a sua opinião nos comentários!

REFERÊNCIAS

IBGE – Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC

IBGE – Pesquisa de Orçamentos Familiares – POF

IBGE – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo

 

Deixe um Comentário