Amazônia, um dos 6 biomas brasileiros.
Imagem: Pixabay.com

Bioma é o conjunto de seres vivos de uma área. É nela que se encontra vegetações e animais específicos de cada território formando um ecossistema único em cada estado. Nesta matéria, o Politize! apresenta a você os seis biomas brasileiros.

1- Caatinga

O ecossistema da Caatinga limita-se apenas ao território brasileiro. Isto significa que sua biodiversidade é única em todo mundo, encontrando-se apenas no Brasil.

O clima desta região é caracterizado como semiárido, ou seja, o clima predominante nesta área possui baixa umidade, pouca chuva e temperaturas elevadas. Já sobre a vegetação deste local, as plantas são classificadas como xerófilas. Isto é, elas são adaptadas ao clima seco e à pouca quantidade de água. Sendo assim, possuem raízes superficiais para captar o máximo das chuvas e armazenar em seus caules que são protegidos por espinhos.

Devido a enorme variedade de flora neste território, a biodiversidade da Caatinga é a base de diversas atividades econômicas voltadas para fins agropastoris e industriais. Especialmente, nos ramos farmacêutico, de cosméticos, químico e de alimentos.

Apesar de sua importância, o bioma tem enfrentado problema de salinização do solo e a desertificação de grandes áreas. Este problema ambiental acarreta em um processo de redução da vegetação e da capacidade produtiva do solo. Alguns responsáveis por isso são a exploração da vegetação para a produção de lenha e carvão, a contaminação do solo por agrotóxicos e o emprego de técnicas de irrigação inadequadas para o tipo de solo existente.

2- Cerrado

Em 1988, o cientista ambiental Norman Myers criou o termo ‘hotspot’ para identificar regiões que concentram os mais altos níveis de biodiversidade da Terra e que são, ao mesmo tempo, as áreas mais ameaçadas do planeta. E o bioma brasileiro denominado Cerrado é considerado um hotspot mundial de biodiversidade.

A fauna e flora desta região é composta de diversas espécies endêmicas, ou seja, que não ocorrem em outro lugar do planeta.

A vegetação é composta por pequenos arbustos e árvores retorcidas com casca grossa em razão do excesso de alumínio no solo, que ocasiona em uma alta acidez na terra.

Atualmente, este bioma sofre com a agropecuária que fez aumentar a deterioração de uma terra já ferida com o garimpo, a contaminação dos rios por mercúrio, a erosão do solo e o assoreamento dos cursos de água.

Leia também: o que são milícias ambientais?

3-Mata Atlântica

Com o clima tropical, quente e úmido, a Mata Atlântica possui um relevo de planaltos e serras.

Quanto à vegetação, ela possui uma grande diversidade de espécies sendo os mais conhecidos: ipê, palmiteiro, imbaúba, figueiras e jequitibá-rosa.

Assim como o Cerrado, a Mata Atlântica também é considerada um hotspot. Este bioma é o que mais sofreu com a urbanização do país, visto que ele está localizado nos grandes centros de Rio de Janeiro e São Paulo. Além da expansão da cidade, ele sofre também com o desmatamento para a ampliação das áreas de cultivo e produção de papel, celulosa e móveis rústicos.

Leia mais sobre desmatamento no Brasil aqui!

4-Amazônia

A Amazônia é um dos biomas brasileiros mais comentados pelo mundo. Essa floresta tem vegetações de folhas largas (latifoliadas) comum em regiões de climas equatoriais, que são quente e excessivamente úmidos. Ele apresenta três tipos de mata: de igapó (parte do solo inundado); de várzea (periodicamente inundado); e de terra firme (nas partes mais elevadas do relevo, livres de inundação).

Porém, todos os anos esta área perde milhares de quilômetros quadrados de vegetação, especialmente pelo corte de árvores e pelas queimadas.

A floresta tem sido derrubada para a exploração de madeiras exóticas, agropecuária e mineração.

5-Pampa (Campos Sulinos)

O Pampa está restrito ao estado do Rio Grande de Sul. Os Pampas são vastas extensões de campos limpos, de solo coberto por gramíneas e pontilhado de pequenos arbustos, onde proliferam milhares de espécies de plantas, mamíferos e aves.

Entretanto, a ocupação humana acelerada e o emprego de técnicas não sustentáveis de cultivo e criação resultam na formação de areais em algumas regiões. Este bioma sofre com a caça predatória e o bombeamento das águas de rios e lagos.

6-Pantanal

Este bioma é considerado uma área de transição entre a Amazônia, Mata Atlântica e o Cerrado. Além disso, sofre influência do bioma Chaco, nome dado ao Pantanal localizado no norte do Paraguai e leste da Bolívia.

Este mosaico de ecossistema intercala regiões de cerrado e floresta úmida, além de áreas aquáticas e semiaquáticas. Quanto à vegetação, podem ser identificadas três tipos de territórios: as alagadas, as periodicamente alagadas e as que não sofrem inundação.

Nas áreas alagadas, a vegetação de gramíneas desenvolve-se no inverno e serve de alimento para o gado. Nas de eventuais inundações, encontram-se além da vegetação rasteira, arbustos e palmeiras. Nas que não sofrem alagamentos, predominam os cerrados e espécies arbóreas da floresta tropical.

As transformações no Pantanal são lentas, mas implacáveis. A degradação agravou-se com o crescimento das cidades e a ocupação da cabeceira de importantes rios que cortam a região. A navegação nos rios Paraguai e Paraná põe em risco as frágeis matas ciliares. Mas a maior ameaça vem da agropecuária: as queimadas para renovação das pastagens, a contaminação das águas e do solo por pesticidas e a introdução de espécies exóticas de capim. Ainda, o turismo desorganizado, a caça e a pesca predatória completam o pacote de problemas enfrentados por este bioma.

Conseguiu entender sobre os principais biomas brasileiros? Possui alguma dúvida? Deixe sua opinião nos comentários!

REFERÊNCIAS

Você já conhece o nosso canal do Youtube?

Deixe um Comentário








Enter Captcha Here :