Navegue por categria

O que são e como funcionam os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)?

Publicado em:
Compartilhe este conteúdo!

Vira e mexe, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) repercutem na mídia pelas mais variadas razões. Há quem seja contra, há quem seja a favor e há quem desconheça. Caso você faça parte desse terceiro grupo, vem com a Politize! que te explicaremos direitinho o que são os CAPS e sua importância.

Psicoterapia Psicologia. Imagem: Pixabay

O que são os CAPS?

Os Centros de Atenção Psicossocial surgiram devido ao evento que é conhecido como “Holocausto Brasileiro”. Esse termo refere-se ao hospital psiquiátrico de Barbacena, onde diversas pessoas foram mortas, expostas a condições sub-humanas e tratamentos invasivos. Sendo que uma média de 70% dos indivíduos não apresentavam qualquer transtorno.

Inspirado no modelo criado pelo psiquiatra italiano Franco Basaglia, os CAPS mudaram a forma com que os indivíduos com transtornos psiquátricos eram tratados, pois inseriu essas pessoas em ambientes que as enxergava de forma humanizada. O primeiro Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) surgiu em 1986, conhecido como CAPS da Rua Itapeva, na cidade de São Paulo.

Veja também nosso vídeo sobre saúde no Brasil!

A partir desse momento, surgiu a portaria GM 224/92, que garantiu a existência desses centros. Os CAPS são instituições brasileiras ligadas ao SUS que visam o cuidado com a saúde mental dos cidadãos.

Essas instituições são uma parte importante da rede de atenção à saúde mental. Ele faz parte da política de saúde mental e desempenha um papel fundamental no tratamento e apoio às pessoas que sofrem de vícios, transtornos emocionais e mentais. Os CAPS representam uma importante ferramenta no processo de reforma psiquiátrica.

Por meio de seus serviços, esses centros buscam modificar o sistema de tratamento psiquiátrico no Brasil de modo a eliminar a internação e a exclusão social como ferramentas. O objetivo desses postos é auxiliar na integração familiar e social de seus usuários e fornecer apoio no processo de autonomia deles.

Leia também: Saúde mental: o que é?

Quem pode ser atendido pelo CAPS?

As pessoas que podem ser atendidas por essa instituição costumam ter transtornos mentais severos e/ou persistentes que os atrapalham a viver. Elas não precisam necessariamente ter um histórico de internação psiquiátrica.

Ansiedade. Imagem: Pixabay

Quais os serviços fornecidos nesses postos ?

Os Centros de Apoio Psicossocial fornecem atividades terapêuticas que vão além de consultas e prescrições de medicamentos. Os serviços fornecidos são: atendimento individual, atendimento para a família, atividades artísticas, acompanhamento da medicação, atendimento domiciliar, atividades comunitárias e Reuniões de Organização do Serviço.

Dessa forma, os serviços oferecidos na instituição buscam atender os seus usuários do modo mais amplo possível. As atividades buscam ir além do ambiente do CAPS, de forma que possam auxiliar e respeitar o processo de cada indivíduo.

Multidisciplinaridade das equipes

A equipe dos CAPS é obrigatoriamente composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais e terapeutas. Esses profissionais trabalham de modo conjunto a fim de atender às demandas de cada indivíduo.

Saiba mais: Você sabe o que é luta antimanicomial?

Os diferentes tipos de CAPS

Os postos não são todos iguais, cada tipo é voltado para uma demanda. Por isso, eles podem apresentar estruturas diferentes. Os tipos existentes são CAPS I, II e III, CAPSi e CAPSad.

Os CAPS I, II e III têm funções similares. Eles buscam atender adultos com problemas mentais e emocionais severos e persistentes. Entretanto, os CAPS I e II buscam atender durante o dia de modo abrangente. Enquanto, o CAPS III funciona sete dias na semana, inclusive durante a noite.

Os CAPSi e os CAPSad são mais específicos. O primeiro é voltado a fornecer atendimentos diários para crianças e adolescentes, e o outro atende integralmente indivíduos que tiveram transtornos decorrentes do uso de álcool e drogas.

Como funcionam os CAPSi?

Os Centros de Apoio Psicossocial infantojuvenil funcionam a fim de atender crianças e adolescentes comprometidos psiquicamente a ponto de não conseguirem ter laços sociais e portadores de autismo. Portanto, nesses centros as atividades são adaptadas para cada faixa etárias e privilegiam a inserção social no ambiente escolar.

Como funcionam os CAPSad?

Os Centros de Atenção Psicossocial – álcool e drogas, são voltados ao atendimento de indivíduos que sofrem com a dependência química e o abuso de álcool. Esse tipo de posto funciona 24 horas por dia, 7 vezes na semana.

Além disso, os CAPSad possuem em sua estrutura leitos de repouso, com o fim de tratamento para a desintoxicação. Esses centros surgiram como um modo de entender a dependência de álcool e/drogas como algo que vai além do juridico, uma questão de saúde pública.

Como faço pra ser atendido pelos CAPS?

Para ser atendido pelos CAPS, é necessário apenas procurar diretamente pelo serviço ou ser indicado pelo Programa de Saúde da Família. A partir do primeiro contato, os profissionais trabalharão a fim de acolher e entender a demanda de cada indivíduo.

Quais os documentos necessários para ser atendido?

Para ser atendido por essas instituições é necessário levar Xerox do RG, do CPF, do Comprovante de Residência e do Cartão SUS, além de uma foto 3×4.

Nos dias atuais, o tratamento com indivíduos portadores de transtornos psiquátricos, emocionais e dependentes químicos sofreu grande mudança. O atendimento humanizado a essas pessoas se tornou gratuito e regulamentado devido ao SUS.

Gostou de aprender mais sobre como funcionam os Centros de Apoio Psicossocial? Conta pra gente nos comentários.

Referências:

GoCache ajuda a servir este conteúdo com mais velocidade e segurança

13 comentários em “O que são e como funcionam os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)?”

  1. Texto muito bem escrito e também esclarecedor, pois assim como eu, a maioria das pessoas não sabem das reais funções dos CAPS e seus atendimentos.

  2. Um artigo muito bem escrito! Muito interessante conhecer mais sobre esse serviço provido pelo SUS (que eu confesso que desconhecia). Parabéns, moça!

  3. Alessandra Nardelli

    É fundamental nós cidadãos compreendermos a importância do CAPS em nossa sociedade. É uma instituição além de importante, necessária em diversos âmbitos para as políticas públicas.
    O texto informa de forma simples e didática sobre esse trabalho tão essencial para a nossa sociedade.

  4. Gostei muito do que li, embora soubesse da existência dos CAPS confesso que sabia muito pouco a respeito. Este texto foi esclacedor, preenchendo as lacunas de conhecimento que me faltavam sobre o assunto.
    Parabéns Juliana, tua matéria foi bem elaborada, continue assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este conteúdo!

ASSINE NOSSO BOLETIM SEMANAL

Seus dados estão protegidos de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

FORTALEÇA A DEMOCRACIA E FIQUE POR DENTRO DE TODOS OS ASSUNTOS SOBRE POLÍTICA!

Conteúdo escrito por:
Olá! Me chamo Juliana e estudo Ciências Sociais na Unicamp. Eu sou da Zona Leste de São Paulo, mas, atualmente, moro em Campinas. Também sou fã de filosofia, livros e gosto de esportes como natação e vôlei. Além disso, me interesso muito por política, pois acredito que entendê-la é essencial para compreender e exercer o papel de cidadão. Por essa razão, gosto muito de pesquisar maneiras de abranger esse assunto de modo didático.

O que são e como funcionam os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)?

17 jun. 2024

A Politize! precisa de você. Sua doação será convertida em ações de impacto social positivo para fortalecer a nossa democracia. Seja parte da solução!

Pular para o conteúdo