Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: o que são?

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), compõem uma agenda de metas que devem ser alcançadas até o ano de 2030. O compromisso foi assinado por 193 países – entre eles, o Brasil – e propõe o trabalho conjunto de toda a sociedade para um mundo mais justo, igualitário e sustentável.

O propósito da Agenda 2030 envolve a eliminação de males como a fome e pobreza, proteção do meio ambiente, eliminação do medo e da violência, estímulo à implementação de parcerias e outras medidas necessárias à garantia de vida digna a todos os seres vivos. 

Os objetivos são voltados a cinco áreas, também conhecidos como os 5Ps: pessoas, prosperidade, planeta, paz e, por fim, parcerias. Em suma, significa dizer que para alcançar a paz e a prosperidade é preciso trabalhar colaborativamente em prol das pessoas e do planeta.

Dezessete objetivos, 169 metas

Concretizar um Objetivo de Desenvolvimento Sustentável envolve uma série de etapas desafiadoras. Por isso, além dos objetivos, a ONU também define alguns indicadores que avaliam o sucesso e a evolução de uma nação em uma área específica. Por exemplo: para alcançar o ODS 5, Igualdade de Gênero e empoderamento feminino, é necessário garantir a participação de mulheres na vida política, eliminar toda e qualquer forma de violência e discriminação, fortalecer políticas públicas de saúde e inclusão, entre outros.

Pensar que essas pequenas metas são de responsabilidade do governo ou de um órgão específico é um grande mito. Elas devem estar na agenda de cada governante, sim, mas também da sociedade civil, iniciativas públicas e privadas, projetos sociais, todo mundo. Não é apenas sobre trabalhar em prol de uma sociedade justa econômica, social e ambientalmente, mas também ter consciência da responsabilidade e do impacto de cada indivíduo no planeta. A declaração da ONU na íntegra em português pode ser acessada aqui.

Trabalhando um ODS na prática

No texto sobre empreendedorismo social é possível entender como a criação de iniciativas de impacto social tem grande valor na busca para alcançar os ODS da ONU e que a Enactus, organização que fomenta o empreendedorismo social entre universitários, é um exemplo prático disso. 

Alguns dos objetivos da agenda estão ligados à necessidade de eliminar males como a pobreza e a fome, garantindo igualdade e dignidade a todos os seres humanos. Fácil falar, né? Mas é possível fazer acontecer. Confira exemplos inspiradores da Enactus Brasil, criados e executados por estudantes de diversas universidades públicas e privadas do país.

ODS 1 – Erradicação da Pobreza

Mudas (Time Enactus IFCE Iguatu - Ceará)

Mudas (Time Enactus IFCE Iguatu – Ceará)

 

O projeto atua na potencialização da produção de hortaliças para agricultores e escolas da região de Iguatu. Para isso, o Time desenvolveu um sistema de irrigação feito com palito de pirulito, prego e arame, o PIROTEC, e um sensor de umidade feito com vela porosa, o Irrigas. Em parceria com prefeituras da região centro-sul do estado, eles planejam beneficiar nove cidades vizinhas – em cada uma serão atingidas diretamente 3 famílias e 1 escola, mudando a vida de mais de 6 mil pessoas.

ODS 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável

Amitis (Time Enactus UFAL - Alagoas)

Amitis (Time Enactus UFAL – Alagoas)

Com suas hortas hidropônicas, visa proporcionar para crianças e adolescentes da rede pública de ensino segurança alimentar e educação ambiental. Além de minimizar a carência nutricional de crianças, também capacita moradores para a venda de sistemas de hidroponia compactos, sustentáveis e com design inovador, gerando renda para as famílias.

ODS 3 – Saúde e Bem Estar

NETA - Nunca é Tarde para Aprender (Time Enactus Unicamp Limeira - São Paulo)

NETA – Nunca é Tarde para Aprender (Time Enactus Unicamp Limeira – São Paulo)

Capacita idosos que recebem acompanhamento do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, por meio do ensino do manuseamento de smartphones. O objetivo é que eles se tornem replicadores entre si das tecnologias digitais, incluindo o maior número possível de idosos no mundo digital.

ODS 4 – Educação de Qualidade

Ponte do Saber (Time Enactus UFPE - Pernambuco)

Ponte do Saber (Time Enactus UFPE – Pernambuco)

Promove o protagonismo de alunos de ensino fundamental por meio de dinâmicas transformadoras e ações de impacto positivo para que sejam capazes de modificar sua própria realidade e alcançar seus sonhos.

ODS 5 – Igualdade de Gênero

Pureco (Time Enactus Unicamp Campinas - São Paulo)

Pureco (Time Enactus Unicamp Campinas – São Paulo)

Desenvolve um aplicativo que atende chamados de faxina doméstica. Busca empoderar mulheres e garantir autonomia para que cada uma gerencie sua vida profissional, horários e locais de trabalho, viabilizando também capacitações em temas como autoconfiança e tecnologia.

Sobre a Enactus

 A Enactus é uma organização presente em 37 países que engaja alunos de diferentes instituições de ensino, com apoio de professores e líderes de negócios, para desenvolver projetos de impacto social. A organização beneficia comunidades locais por meio de modelos de negócios sustentáveis e proporciona aos alunos o aprendizado na prática.

 O programa também dá a oportunidade de estudantes e professores de qualquer IES brasileira se conectarem com outras 120 universidades do Brasil, já participantes do programa. A rede Enactus possui mais de 200 professores e 2800 estudantes que desenvolvem 240 projetos ao redor de 21 estados brasileiros, impactando a vida de mais de 20.000 pessoas.

Publicado em 01 de maio de 2020.

 

Mariana Vieira

Mariana é jornalista graduada pela Universidade Federal do Pará (UFPA), empreendedora social e colaboradora voluntária da organização Enactus Brasil. Paraense com orgulho.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar no debate?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *