Navegue por categoria

Qual a importância da Educação Política nas escolas?

Publicado em:
Compartilhe este conteúdo!
Imagem: Freepik.

Você sabe o que é educação política? Será que na sua escola você aprende sobre política? Qual será a importância da educação política nas escolas? Essas e outras perguntas vão ser respondidas neste texto, vamos lá?

O que é educação política?

A Constituição Cidadã prevê, em seu artigo 205, o preparo para exercício da cidadania como um objetivo da educação brasileira. Desse modo, a educação política é a educação que busca alcançar este objetivo, ou seja, ela é a educação que busca preparar o cidadão para o pleno exercício de sua cidadania.

Porém, o que define o pleno exercício da cidadania? O sociólogo britânico Thomas Marshall defendia que para um cidadão exercer de forma plena a sua cidadania era preciso que ele tivesse acesso aos seus direitos civis, políticos e sociais.

Já a filósofa americana, Hannah Arendt, acrescenta que a cidadania não deve se limitar ao gozo de direitos civis, políticos e sociais, devendo se estender também à capacitação do cidadão para participar de forma efetiva dos espaços públicos.

Assim, pode-se dizer que o pleno exercício da cidadania se relaciona com o gozo de direitos civis, políticos e sociais e com a capacidade do cidadão de participar da vida pública, emitindo suas opiniões e influenciando as tomadas de decisão públicas.

Nesse sentido, a educação política é a educação que promove a capacitação necessária para que o cidadão tenha um repertório que lhe permita compreender as nuances dos debates políticos no Brasil e no mundo. E que também o capacite para participar ativamente da política, de modo a exercer plenamente a sua cidadania.

Veja também nosso vídeo sobre educação e cultura!

A educação política nas escolas

A educação política, no Brasil, não é uma disciplina escolar, e, por isso, você provavelmente nunca teve um professor de educação política na escola. Mas provavelmente já estudou conceitos como formas de governo, direito ao voto, o papel de cada um dos três poderes… Todos esses conteúdos que dialogam com o objetivo da capacitação para o exercício da cidadania.

Então, apesar de não existir uma matéria chamada “educação política” na maioria das escolas brasileiras, alguns conteúdos que são essenciais para a formação de um cidadão fazem parte do currículo da educação básica.

Apesar do novo ensino médio ter diminuído a carga horária obrigatória das principais matérias responsáveis pelo maior aprofundamento dos temas relacionados à educação política, como História e Sociologia, algumas escolas adotaram itinerários formativos que buscam aprofundar estes conhecimentos políticos.

Veja também: Educação política: o que é e qual seu propósito

Por que ela é importante nas escolas?

A educação política é importante pois é através dela é que o cidadão se empodera para transformar sua realidade. Agora por que levar a educação política para as escolas?

Adala Cortina, filósofa epanhola, defendia que a introdução da criança na vida política deve ser iniciada na escola, pois a escola é um dos principais espaços de socialização do jovem. Assim, a escola, se mostra como um espaço idealmente posicionado para fornecer as experiências necessárias para uma formação voltada à cidadania.

Além disso, a infância e a juventude são períodos da vida em que há maior plasticidade, isso é, em que o ser humano está ainda formando sua personalidade. Logo, o ensino de conceitos relacionados à educação política e a possibilidade de explorar o senso crítico dos estudantes nesta fase pode ser capaz de produzir cidadãos mais conscientes.

Ainda, pesquisas indicam que a educação política nas escolas, quando implementada, associa-se a uma maior atuação comunitária e uma maior confiança nas instituições democráticas.

A Politize! acredita que oferecer e disseminar educação política para a população é o primeiro passo para a politização e a conscientização e que uma educação política de qualidade tem grande potencial de render benefícios para a democracia brasileira.

Veja também nosso vídeo sobre o que é democracia!

A Politize! também acredita que refletir sobre política é um exercício que propicia o pensar na coletividade. Implica exercitar a empatia, já que somos expostos às visões do outro. Sobretudo, nos leva a pensar em nosso papel como cidadãos e no impacto de nossas ações na sociedade.

Em resumo, a educação política é importante porque fornece ferramentas para a cidadania e, assim, empodera pessoas, grupos e comunidades. Além disso, a escola é espaço ideal para disseminar tais conhecimentos, sendo, inclusive, um objetivo da educação brasileira propiciar o exercício da cidadania.

Veja também: Educação Brasileira: realidade e desafios!

Como implementar educação política nas escolas?

Conceitos importantes que se relacionam à educação política já fazem parte da grade curricular prevista pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Porém, para uma educação poítica efetiva e que realmente tenha compromisso com a formação cidadã é preciso que a educação não se resuma a reproduzir conhecimentos.

Uma educação efetiva para a cidadania precisa ser capaz de desenvolver no aluno seu senso crítico de modo que ela tenha as ferramentas necessárias para participar da sociedade de forma consciente, não se restringindo a apenas reproduzir a lógica de dominação.

Além disso, a educação política pode ser implementada nas escolas, de forma mais aprofundada, através do itinerários formativos do novo ensino médio. Porém, a reforma deixou a critério de cada instituição decidir quais serão as trilhas adotadas por cada escola.

Portanto, se a sua escola ainda não possui uma trilha focada em educação política, você pode conversar com o corpo docente e discente da instituição e cobrar a criação dessa trilha.

Vale lembrar! Por meio do programa Escola da Cidadania Ativa, a Politize! apoia as secretarias estaduais de educação no desenvolvimento de uma Trilha de aprofundamento base de 900 h e de componentes curriculares eletivos alinhados a BNCC, levando a pauta da cidadania ativa para o Ensino Médio.

E aí? Você acha que a educação política deve estar presente nas escolas? Deixei a sua opinião e compartilhe como foi sua experiência com política na escola!

Referências:
  • ARENDT, Hannah. A crise na educação. In: Entre o passado e o futuro. Tradução Mauro W. Barbosa de Almeida. 3ª reimpressão da 5ª ed. de 2000. São Paulo: Perspectiva, 2005.
  • CHAUÍ, Marilena. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. 8.ed. São Paulo: Cortez, 2000.
  • DANTAS, H. Apresentação: O caráter essencial da educação política e o desenvolvimento da democracia no Brasil. Cadernos Adenauer, Rio de Janeiro, ano XI, vol 03, 2010.
  • MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. In: MARSHALL, T. H.; BOTTOMORE, T. Ciudadanía y Clases Sociales. Madrid: Alianza Editorial, 2007.
  • MEIRIEU, P. O cotidiano da escola e da sala de aula: o fazer e o compreender. Trad. Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2005.

GoCache ajuda a servir este conteúdo com mais velocidade e segurança

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este conteúdo!

ASSINE NOSSO BOLETIM SEMANAL

Seus dados estão protegidos de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

FORTALEÇA A DEMOCRACIA E FIQUE POR DENTRO DE TODOS OS ASSUNTOS SOBRE POLÍTICA!

Conteúdo escrito por:
Advogada tocantinense, pós-graduanda em Direito e Processo Constitucional pela UFT.

Qual a importância da Educação Política nas escolas?

19 jul. 2024

A Politize! precisa de você. Sua doação será convertida em ações de impacto social positivo para fortalecer a nossa democracia. Seja parte da solução!

Pular para o conteúdo