O QUE ACONTECEU NO ESCÂNDALO DO MENSALÃO?

Protesto na sede do STF (Foto: Agência Brasil).

Mensalão

Você lembra do Mensalão? Será que o acontecimento do começo dos anos 2000 ainda traz consequências para a nossa maneira de ver a política brasileira? Neste texto você vai compreender o início, os personagens e as consequências do esquema de corrupção que abalou o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio “Lula” da Silva e que ainda é muito comentado na mídia.

O QUE FOI O MENSALÃO?

O escândalo consistiu nos repasses de fundos de empresas, que faziam doações ao Partido dos Trabalhadores (PT) para conquistar o apoio de políticos. O esquema de corrupção começou em 2002 e só em 2005 foi descoberto, por meio de uma gravação secreta. Nela, Maurício Marinho – na época chefe do departamento de Contratação dos Correios – foi flagrado recebendo propina de três mil reais em nome do deputado federal Roberto Jefferson, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Depois de o vídeo ter sido divulgado, Marinho fez uma delação sobre os detalhes do Mensalão – que envolvia não apenas os Correios e o PTB, mas também o PT e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Logo após o flagrante, Jefferson também delatou todo o esquema de corrupção. Ele disse que Delúbio Soares, o então tesoureiro do PT, destinava uma mesada de R$30.000 para congressistas apoiarem o governo Lula.

Além desses, José Dirceu – ministro da Casa Civil na época –, José Adalberto Vieira da Silva, Marcos Valério e Kátia Rabello também foram destaques do crime. Enquanto Dirceu foi acusado de chefiar a organização do esquema de propina, José Adalberto virou manchete nacional ao ser encontrado com milhares de dólares na cueca, em uma passagem pelo Aeroporto de Congonhas. Já Marcos Valério foi indiciado por desviar dinheiro por meio de agências publicitárias e Kátia Rabello por realizar lavagem de dinheiro e empréstimos ilegais.

Você sabia que existem 35 partidos no Brasil? Nós falamos sobre cada um deles no nosso e-Book de partidos políticos, vai lá conferir!

COMO FUNCIONAVA O PROCESSO DE DESVIO DE DINHEIRO?

De acordo com uma matéria da Folha de São Paulo, o esquema de corrupção era dividido em três núcleos: político, operacional e financeiro. Na primeira esfera existia uma manipulação política para que novos partidos se aliassem ao PT, o que acontecia por meio de repasse de dinheiro – ou seja, propina. Entre os personagens que realizavam essas práticas estava José Dirceu e José Genoino.

Fazendo a ligação entre os núcleos político e operacional, estava Delúbio Soares – responsável por orientar a distribuição dos fundos. Com ele também agia o empresário Marcos Valério – que, por meio de uma parceria entre o governo e suas agências de publicidade contratadas pelo Estado, desviava dinheiro público para cúmplices do PT. Além de Valério, Cristiano Paz, Rogério Tolentino, Simone Vasconcellos e Ramon Hollerbach, que também foram condenados pelos esquemas. Todos eles tinham ligação com as agências de publicidade, seja por meio de sociedade ou com cargos de diretoria.

Por fim, relacionado ao núcleo financeiro, estava o Banco Rural. Sua dona – Kátia Rabello – e seu ex diretor – José Salgado – faziam empréstimos ilegais para os políticos envolvidos no Mensalão. Eles realizavam esse tipo de transação para que, em troca, Marcos Valério defendesse os interesses do Banco no meio político.

Você sabe quais são os crimes de corrupção? Teste seus conhecimentos com o nosso quiz!