Navegue por categoria

O que é a Super Terça das eleições primárias nos EUA?

Publicado em:
Compartilhe este conteúdo!

As eleições dos Estados Unidos são bem diferentes das brasileiras e o sistema de Colégio Eleitoral estadunidense ainda é uma incógnita para muitas pessoas. Alguns nem sabem que existe um dia essencial para a decisão presidencial que é conhecido como Super Terça! Ela faz parte das prévias ou primárias do processo, a etapa inicial das eleições.

Aqui, neste texto, você vai entender o que é a Super Terça, qual a sua importância, quando acontece, quem participa, como se encaixa nas prévias e por fim, mas não menos importante, como foi a de 2024.

Quer entender mais sobre as eleições estadunidenses e ficar por dentro da mais influente decisão eleitoral das relações internacionais? Deixa que a Politize! te explica!

Votação – Freepik

Contexto das primárias

Antes de explicar o que é a Super Terça, é importante entender como funcionam as prévias da eleição americana. Nos Estados Unidos, ao invés dos partidos indicarem o candidato e a população votar no que julga ideal (como no Brasil) o sistema é de Colégio Eleitoral. Isso significa que, em um primeiro momento, os eleitores participam de uma consulta pública para votar em quem preferem como candidato de cada partido.

No país, nem todo voto tem o mesmo peso, ou seja, nem sempre o número absoluto de votos define o vencedor. O sistema americano distribui delegados (representantes) de cada estado a partir do número de habitantes. Quem recebe mais da metade dos votos no distrito, subdivisões administrativas dentro dos estados dos EUA, conquista todos os delegados.

Nas eleições primárias, o peso de cada estado pode variar porque é estabelecido pela população e pelos partidos, que atribuem delegados a cada distrito. O pré-candidato que conquistar mais da metade dos delegados do país será indicado para a disputa presidencial.

Os únicos estados que não tem eleições prévias são Iowa e Nevada. Ambos realizam caucus, um sistema no qual o partido decide um candidato, com votação aberta ou sem urna, a partir de assembléias, convenções e discussões em locais públicos com apoiadores de vários pré-candidatos.

Veja também: Eleições nos Estados Unidos

Mas e a Super Terça?

A Super Terça é o dia em que mais delegados podem ser conquistados, logo, o mais importante das eleições primárias por ser definitivo na corrida presidencial. O número de estados que fazem parte da data varia a cada ano, mas, normalmente, representam um terço do total. Por esse motivo, os políticos que buscam votos intensificam as campanhas quando o dia se aproxima.

Quem pode votar na Super Terça varia a cada estado. Alguns têm “primárias abertas” em que qualquer eleitor registrado pode votar nas prévias democratas ou republicanas. As “primárias fechadas” são, essencialmente, para eleitores registrados em um partido político, que podem votar apenas naquele partido em que estão vinculados. Há também estados que permitem se registrar no dia da votação.

A importância do dia é vista pelo reflexo nas eleições gerais. Em 2008, a disputa acirrada entre Barack Obama e Hillary Clinton definiu o Obama como candidato dos Democratas e, em 2016, Donald Trump pelo Partido Republicano. Os dois se elegeram presidentes nesses anos.

Leia também: A Independência dos Estados Unidos: Causas e Consequências

Super Terça de 2024

Em 2024, a Super Terça aconteceu no dia 5 de março. No dia, foram 15 dos 50 estados participando das prévias do Partido Republicano, somando 874 delegados (dos 2429 que podem ser obtidos durante todas as primárias). Para os democratas, também foram 15 estados – Iowa no lugar do Alasca, onde apenas o partido republicano foi votado – e o Território da Samoa Americana.

O resultado não surpreendeu. Joe Biden venceu nos 15 estados e Donald Trump em 14. Ambos mostraram o peso das candidaturas e a grande probabilidade, depois concretizada, de repetirem a disputa de 2020. O democrata enfrentou outros dois candidatos: Dean Phillips, membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos desde 2019, nascido em Minnesota; e Marianne Williamson, escritora de autoajuda e líder espiritual – mas sempre despontou como favorito.

Apesar de responder por quatro processos na Justiça dos Estados Unidos, Donald Trump também se destacou como favorito pelo Partido Republicano. Sua única rival era Nikki Haley, ex-governadora da Carolina do Sul, mas, um dia depois da Super Terça, ela anunciou desistir da corrida presidencial.

No dia 12 de março, uma semana depois da Super Terça, Donald Trump e Joe Biden conseguiram o número necessário de delegados para confirmarem as candidaturas às eleições de 2024. A disputa será no dia 5 de novembro de 2024.

Será a primeira vez desde 1912 que dois presidentes americanos se enfrentam em uma votação.

Mesmo tendo conquistado as candidaturas, os dois têm baixa popularidade entre os eleitores. Joe Biden enfrenta críticas à idade e tenta convencer os americanos que é física e mentalmente capaz de ocupar a Casa Branca. Além disso, o atual presidente lida com uma crise interna no partido por sua postura na guerra de Israel e Hamas, na Faixa de Gaza.

Já Donald Trump tem processos criminais envolvendo manuseio de documentos governamentais, tentativas de reverter a eleição de 2020, os resultados da votação no estado da Geórgia e manipulação de dados contábeis do pagamento a uma ex-atriz pornô.

Confira: Partidos políticos nos EUA

Quem participou da Super Terça?

Partido Republicano:

  1. Alabama (50 delegados)
  2. Alasca (29 delegados);
  3. Arkansas (40 delegados);
  4. Califórnia (169 delegados)
  5. Colorado (37 delegados);
  6. Maine (20 delegados)
  7. Massachusetts (40 delegados);
  8. Minnesota (39 delegados);
  9. Carolina do Norte (74 delegados);
  10. Oklahoma (43 delegados);
  11. Tennessee (58 delegados);
  12. Texas (161 delegados);
  13. Utah (40 delegados);
  14. Vermont (17 delegados); – única derrota
  15. Virginia (48 delegados).

Partido Democrata

  1. Alabama (52 delegados);
  2. Arkansas (31 delegados);
  3. Califórnia (424 delegados);
  4. Colorado (72 delegados);
  5. Iowa: (40 delegados);
  6. Maine (24 delegados);
  7. Massachusetts (92 delegados);
  8. Minnesota (75 delegados);
  9. Carolina do Norte (116 delegados);
  10. Oklahoma (36 delegados);
  11. Tennessee (63 delegados);
  12. Texas (244 delegados);
  13. Utah (30 delegados);
  14. Vermont (16 delegados);
  15. Virgínia (99 delegados);
  16. Território da Samoa Americana (6 delegados) – única derrota

Leia também: Entenda o que foram as Leis Jim Crow nos Estados Unidos

Então, conseguiu entender o que é a Super Terça? E o motivo dela ser SUPER importante para as eleições americanas? Agora só falta aguardar os desdobramentos desse dia na disputa oficial em novembro. Se gostou, deixe um comentário para a gente!

Referências:

GoCache ajuda a servir este conteúdo com mais velocidade e segurança

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este conteúdo!

ASSINE NOSSO BOLETIM SEMANAL

Seus dados estão protegidos de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)

FORTALEÇA A DEMOCRACIA E FIQUE POR DENTRO DE TODOS OS ASSUNTOS SOBRE POLÍTICA!

Conteúdo escrito por:
Carioca, geminiana e futura comunicadora com curiosidade no nome do meio. Apaixonada por jornalismo (estudante da PUC-Rio), leitora voraz, interessada em política e no mundo. Às vezes fotógrafa, muitas dançarina, mas sempre escritora.

O que é a Super Terça das eleições primárias nos EUA?

12 jul. 2024

A Politize! precisa de você. Sua doação será convertida em ações de impacto social positivo para fortalecer a nossa democracia. Seja parte da solução!

Pular para o conteúdo