Como se preparar para o dia das eleições?

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil (21/07/2010)

Como deve ser de seu conhecimento, esse ano é ano de eleição. Esse é o momento em que escolhemos nossos representantes – que irão discutir pautas de interesse público e governar nosso país. Como o voto é uma atitude de muita  responsabilidade, justamente por eleger estes representantes, você deve estar preparado para o dia das eleições. Neste texto montamos uma checklist do que você precisa saber para estar totalmente preparado para votar!

Antes do dia das eleições

A preparação antes do dia das eleições se faz necessária. Ela envolve, especialmente, se atentar aos prazos eleitorais e pesquisar sobre os candidatos em disputa. Vamos te explicar melhor sobre cada um desses tópicos logo abaixo!

✓ Pesquisar sobre os candidatos

Antes de votar, você deve ter em mente qual candidato quer eleger, certo? Mas essa escolha não deve ser feita de uma hora para a outra – apesar desse tipo de situação acontecer.

Para começar sua pesquisa sobre os candidatos, primeiro você deve escolher qual cargo irá analisar primeiro. Os cargos em disputa para as eleições 2018 são: presidente e vice-presidente da república, governador e vice-governador, senador, deputado federal, estadual e distrital. Com o cargo em mente, você deve pesquisar os candidatos com base no estado de seu domicílio eleitoral. Não faz tanto sentido dar prioridade à um deputado estadual de outro estado, certo?

Portais de notícias confiáveis podem ser úteis para pesquisar sobre os candidatos, bem como suas páginas oficiais, onde você pode encontrar suas propostas e planos de governo, por exemplo. A televisão, com a propaganda eleitoral e programas que fazem debates, bem como sabatinas de todos os candidatos, também são uma boa fonte. Antes de votar no dia das eleições, é dever do cidadão conhecer seu candidato.

✓ Se atentar sobre os prazos eleitorais

Especialmente em ano de eleição, ter conhecimento sobre as principais datas eleitorais nos ajuda a ficar em dia com a Justiça Eleitoral. Por exemplo, se você não pôde comparecer às urnas nas últimas eleições, não justificou voto e nem pagou multa, você está em débito com a Justiça Eleitoral. Para saber o passo a passo de como identificar sua quitação eleitoral, é só clicar aqui.

Prazos para transferir título, justificar voto, votar em trânsito, e as datas do primeiro e segundo turno são algumas das quais o eleitorado deve ter em mente. O Politize! Possui um conteúdo inteiro falando só sobre as principais datas das eleições 2018. Que tal dar uma conferida?

E fique atento/a! As eleições 2018 serão realizadas no dia 07 e 28 de outubro, primeiro e segundo turno, respectivamente. O horário para votação é das 08h às 17h (horário de Brasília). Não esqueça!

banner ead

No dia das eleições

Chegou o tão esperado dia da eleição! Mas, o que fazer?

✓ Documentos e locais de votação

Ao sair de casa, é importante, primeiramente, checar se está com os documentos necessários em mãos. Para votar, o único documento obrigatório é um documento oficial com foto – carteira de identidade, passaporte, carteira de habilitação ou carteira de trabalho. Contudo, para votar, você deve ter conhecimento de sua zona e seção eleitorais – informações que estão presentes no título de eleitor físico e digital (e-título) -, por isso é aconselhado levar consigo seu título. Se você perdeu seu título, saiba que é possível ter acesso ao local de votação pelo próprio site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Basta clicar aqui e informar seu nome completo, o de sua mãe e sua data de nascimento.

Caso você não consiga votar no dia das eleições por não estar no município de seu título, será necessário que você justifique seu voto. Basta preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) e entregar em seu local de votação, junto de um documento com foto. Leia nosso conteúdo sobre justificar voto e saiba todo o passo a passo!

✓ O que pode e não pode no dia das eleições

Dúvidas como se é permitido fazer boca de urna, ou levar uma “colinha” para lembrar da legenda de seu candidato são frequentes. Aqui, reunimos os principais pontos sobre o que fazer e o que não fazer no dia das eleições.

É proibido:

  • Realizar boca de urna – propaganda eleitoral, como distribuir santinhos, realizada próxima às seções eleitorais ;
  • Usar de meios que impossibilitem que o voto seja secreto – como celulares e máquinas fotográficas;
  • Venda de bebidas alcoólicas entre o período das 6h às 18h. Entretanto, esta regra deve ser definida pelo juíz de cada zona eleitoral;
  • Concentração de pessoas vestidas de maneira padronizada e usando itens de candidatos e/ou partidos, seja com camisetas, broches, bandeiras e afins.

Entretanto, é liberado:

  • Levar sua “cola” dos candidatos e partidos que irá votar;
  • Usar acessórios que demonstrem sua preferência por algum candidato – como os citados acima -, caracterizando como manifestação silenciosa;
  • A fiscalização nos locais de votação pelos partidos/coligações.

Depois do dia das eleições

Passado o dia das eleições, não pense que o trabalho acabou, muito pelo contrário! Enquanto cidadãos ativos, devemos fiscalizar nossos políticos, a fim de que cumpram com suas responsabilidades. Além disso, para quem não está em dia com a Justiça Eleitoral, algumas tarefas ainda são necessárias.

✓ Justificar voto após o dia das eleições

Para quem deixou de votar no dia da eleições, existe a possibilidade de justificar seu voto em até sessenta dias após o turno. Para isso, você deve se direcionar até o cartório eleitoral mais próximo e entregar seu requerimento de justificativa preenchido, além de documentação que comprove sua impossibilidade de ter comparecido às urnas – como atestado médico ou bilhete de viagem.

✓ Resultado das eleições

Com a divulgação do resultado dos candidatos eleitos, é hora de saber quem irá governar nosso país. Fiscalizar estes políticos não é tarefa fácil, porém, Politize! possui uma série de conteúdos que irão te ajudar neste processo, que são:

É importante sermos agentes fiscalizadores de nossos políticos para que, dentre outras coisas, possamos cobrá-los por nossos direitos. Além disso, esse controle social também vale como a pesquisa inicial para as próximas eleições, afinal, existe a possibilidade que alguns desses políticos tentem a reeleição nas próximas eleições. Vale a pena reelegermos quem não cumpriu com o que disse?

✓ Se manter informado e atualizado sobre política

Mesmo que as eleições deste ano tenham passado, daqui dois anos teremos novas, e assim por diante. Não devemos nos preocupar com os políticos que estão/estarão no poder somente em ano de eleição, afinal, eles não governam por somente um ano. Sabemos que falar de política, ou entender sobre política, não é algo que se aprende do dia para a noite. Entretanto, o Politize! tem exatamente o objetivo de tratar sobre política de uma forma simples e didática, sem vínculos político-partidários! Conheça nossos blogposts, cursos, eBooks, infográficos, podcasts, quizzes, trilhas, vídeos, webinars e iniciativas offlines!

Conseguiu entender como se preparar para o dia das eleições? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários!

Aviso: mande um e-mail para contato@politize.com.br se os anúncios do portal estão te atrapalhando na experiência de educação política. 🙂

Publicado em 04 de setembro de 2018.

Inara Chagas

Assessora de conteúdo no Politize! e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Acredita que o conhecimento é a chave para mudar o mundo. Como o Politize! é uma ferramenta para difundir conhecimento e mudar a realidade em que vivemos, tem prazer em poder contribuir e realizar este propósito.