Este é o sexto texto de uma trilha de conteúdos sobre o salário dos políticos no Brasil, e trata sobre quanto ganha um deputado federal. Confira os demais posts da trilha: 1 – 2 – 3 – 4 – 5 – 6– 7 – 8

Altos salários, auxílio-moradia, verba de gabinete… muitos são os benefícios garantidos a um parlamentar brasileiro. Você tem ideia de quanto tudo isso custa aos cofres públicos? O Politize! te explica tudo o que você precisa saber sobre os privilégios assegurados a deputados federais.

Saiba mais: o que faz um deputado federal?

Para começar, que tal conferir nosso vídeo?

Quer entender o assunto em outras palavras? Então ouça nosso episódio de podcast sobre quanto ganha um deputado federal!

Listen to “#047 – Quanto ganha um deputado federal?” on Spreaker.

Quanto é o salário de um deputado federal?

A pergunta “Quanto ganha um deputado federal no Brasil?” é bastante comum. Atualmente, cada deputado federal recebe um salário bruto de R$ 33.763,00. Valor superior ao recebido pelo Presidente da República, pelo vice-presidente e pelos Ministros de Estado, que ganham R$ 30.934,70 mensais.

Essa quantia coloca os deputados federais brasileiros entre os parlamentares mais bem pagos do planeta. No ranking elaborado pela revista The Economist, o Brasil ocupa a quinta colocação entre 29 países citados. Nossos parlamentares são também os mais bem pagos da América Latina, seguido por Chile, Colômbia e México. A lista, contudo, considera apenas a renda base, sem levar em conta outros benefícios remunerados.

Mas o valor do rendimento mensal dos deputados federais pode estar prestes a mudar. Em novembro de 2016 a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou a proposta que reduz o salário dos deputados federais e senadores para R$ 26.723,13, por tempo indeterminado. O texto agora segue para plenário e, se aprovado, será enviado à Câmara dos Deputados, onde também precisa ser aprovada para ter força de lei.

Veja também: como funciona a política do salário mínimo?

O pagamento do salário mensal segue conforme o comparecimento do deputado às sessões deliberativas do Plenário e o registro nas votações realizadas. Assim, se um deputado federal não justifica ausência em uma votação, terá parte do seu salário descontado. Além disso, a ausência não justificada em ⅓ das sessões ordinárias de cada sessão legislativa pode acarretar perda de mandato.

As ausências são justificadas se o parlamentar estiver em missão oficial dentro ou fora do país, em casos de doença comprovada por atestado, licença maternidade e licença paternidade ou, ainda, falecimento de pessoa da família até o segundo grau civil e acidente.

Quais são os outros benefícios de um deputado federal?

Além do salário, existem outros benefícios concedidos ao deputado federal para garantir o exercício do seu mandato. Por exemplo:

1) Auxílio-moradia e imóvel funcional

A Câmara dos Deputados possui 432 imóveis funcionais sob sua administração, concedidos aos deputados federais em efetivo exercício do mandato e a partir de alguns critérios pré-definidos, como idade e quantidade de moradores. Os portadores de necessidades especiais têm prioridade.

Segundo as regras, o imóvel é destinado exclusivamente à residência do deputado ocupante e seus familiares, sendo proibida a cessão ou transferência a terceiros. Além disso, o mesmo deputado não pode ocupar mais de uma unidade residencial.

Aos deputados federais que não conseguirem um dos imóveis funcionais disponíveis, é concedido um auxílio-moradia no valor de R$ 4.253,00. Os benefícios de moradia são destinados aos deputados que não possuem residência em Brasília. Entretanto, em 2014, o jornal Estado de Minas apurou que 19 parlamentares recebiam o benefício mesmo possuindo casas ou apartamentos na cidade.

2) Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap)

É um valor destinado para cobrir despesas relativas ao exercício do mandato, como passagens aéreas, serviços postais, manutenção de escritórios de apoio à atividade parlamentar, hospedagem, combustível, contratação de serviços de segurança e consultoria, entre outros.

A cota funciona por meio de reembolso e seu valor depende do estado de origem de cada deputado, variando entre R$ 30 mil e R$ 45 mil. Isso porque leva em conta o preço das passagens aéreas de Brasília até a capital do estado pelo qual o deputado foi eleito. O saldo não utilizado pelo deputado em determinado mês acumula-se ao longo do exercício financeiro, ou seja, o período que vai de 1º de janeiro a 31 de dezembro, não sendo acumulada de um exercício financeiro para o seguinte.

3) Verba destinada à contratação de pessoal

É um valor de R$ 106.866,59 mensais, destinados à contratação de até 25 secretários parlamentares, cuja lotação pode ser no gabinete ou no estado de origem do deputado.

4) Despesas com saúde

O deputado federal tem direito a ressarcimento integral de todas as despesas hospitalares relativas a internação em qualquer hospital do país, caso não seja possível atendimento no serviço médico da Câmara.

Além disso, o deputado federal recebe também uma verba equivalente ao valor do seu salário no início e ao final do mandato, para compensar gastos com a mudança.

Mas, afinal, quanto custa um deputado federal?

Bem, somados, o salário e os benefícios de cada deputado chegam a aproximadamente R$ 168,6 mil por mês. Juntos, os 513 deputados custam em média R$ 86 milhões ao mês, e a um custo anual de R$ 1 bilhão.

Nem todos os benefícios dos deputados federais são de natureza monetária. Uma das vantagens do cargo é o direito ao foro privilegiado, um mecanismo que garante ao deputado o direito de ter uma ação penal contra si julgada por tribunais superiores, e não pela justiça comum. Existem outras imunidades parlamentares, que você pode conferir aqui.

E agora que você já entendeu quanto ganha um deputado federal, que tal conferir quanto ganha um senador?

E então, conseguiu entender, de fato, quanto ganha um deputado federal? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários!

Referências:

Câmara dos Deputados – Auxílio-Moradia e apartamento funcional

Câmara dos Deputados – Conheça o valor do salário de um deputado e demais verbas parlamentares

Câmara dos Deputados – Cota Parlamentar

Câmara dos Deputados – Verba de Gabinete

Congresso em foco – Deputados custam R$ 1 bilhão por ano ao contribuinte

El País – Parlamentares brasileiros são os mais bem pagos da América Latina

Em.com.br – Mesmo com casa em Brasília, deputados federais recebem auxílio-moradia

Pragmatismo Político – Comissão do Senado aprova redução do salário de parlamentares

Senado Federal – Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar – CEAPS

The Economist – Rewarding work 

Última atualização em 27 de setembro de 2018.

 

1 comentário

  1. Sidnei de A Cunha em 14 de abril de 2021 às 2:19 pm

    Boa tarde!
    Estou escandalizada com essa informação.
    Tenho um filho com deficiência, paralisia cerebral, tetraparesia. E para minha surpresa e inconformidade, março, recebi uma cartinha linda do governo, informou: cortou o benefício dele, BPC Loas – auxílio benéfico. Alegam superação de renda. O pai trabalha por conta em casa para ajudar a cuidar dele, não ganha nem um salário mínimo, com esta pandemia que estamos vivendo. Eu não consigo mais sozinha cuidar, o tempo e o peso foram me maltratando e estou cheia de dores (Fibromialgia crônica) e depressão. Portanto, não tenho salário. E saber que um indivíduo, ganha mais de $168.000 reais para trabalhar para o povo, isso é realmente indigno. Estou pensando que esses cortes do benefício não só do meu filho, mas de milhares de filhos e idosos e doentes, porque fui informada que isso está acontecendo com milhares de pessoas, estão sendo feitos para não deixar esses ilustres senhores, que trabalham honradamente para o povo não ficarem sem seus salários e benefícios. O que é cortar o salário mínimo das pessoas que só tem isso para sobreviver? Quem não tem nada pode perfeitamente ficar sem nada, já estão acostumados com o nada. É ultrajante e vergonhoso as leis do Brasil.

Deixe um Comentário